Ucrânia: Bombeiros do Distrito enviam 6 camiões com ajuda humanitária

Ucrânia: Bombeiros do Distrito enviam 6 camiões com ajuda humanitária

Saíram esta manhã, 30 de março, por volta das 9h30, com destino à Eslováquia, 6 camiões com um total de 120 toneladas de material para apoiar os ucranianos vítimas da invasão russa. A recolha do material foi feita pelas associações humanitárias de bombeiros do distrito de Castelo Branco, através de um repto lançado pela Federação Distrital e pela Liga dos Bombeiros Portugueses. O transporte destes bens está a cargo da empresa “Transportes Eduardo Cardoso”.

Tiago Marques, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Proença-a-Nova, vai liderar a comitiva que, além dos camionistas, conta ainda com a presença de Ricardo Almeida Bombeiro de Primeira dos Bombeiros Voluntários de Proença-a-Nova; Luís Aparício, Adjunto de Comando dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco e Ricardo Moura, Bombeiro de Segunda também dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco.

“O povo do distrito de Castelo Branco superou todas as expectativas daquilo que foi o nosso apelo. Como sede de distrito, a corporação de Castelo Branco ficou como ponto central e ficou pequeno sendo que depois o Senhor Eduardo cedeu-nos, em título gratuito, as suas instalações para alocarmos todo o material que foi chegando até chegar aos 6 camiões. Dizer ainda, que desta campanha, já foram dois camiões há cerca de duas semanas e, portanto, o resultado são 8 camiões”

explicou Tiago Marques

O Comandante dos Bombeiros de Proença-a-Nova, que também representa a Federação dos Bombeiros do distrito de Castelo Branco e a Liga dos Bombeiros Portugueses, explicou ainda que a comitiva esta a trabalhar em parceria com a Associação “Ucrânia Paz na Europa” de forma a não haver intermediários.

“Nós vamos entregar estes bens exatamente às pessoas que os vão entregar a quem precisa deles. E esta demora da entrega, deveu-se exatamente a isso. Ao encontrar instituições credíveis que nos garantissem que os bens, que as populações do distrito de castelo branco doaram, são entregues exatamente às pessoas que estão a necessitar desses bens”

garantiu o responsável

João Lobo, Presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil, salientou a generosidade dos beirões que uma vez mais “afirmaram-se naquilo que já é uma matriz muito nossa, dos portugueses em situações como esta: um povo solidário que ajuda. E chamados neste momento difícil que travessamos mais uma vez se afirmaram de forma convicta”. Também enquanto autarca de Proença-a-Nova, João Lobo, explica que os municípios entraram neste projeto “naquilo que é o apoio financeiro para fazer este transporte até à Eslováquia”. 

Como já referido o transporte destes bens está a cargo da empresa “Transportes Eduardo Cardoso”. À Comunicação Social o responsável da empresa explicou que desde o primeiro momento disse sim a esta iniciativa.

“Nós temos vários motoristas ucranianos e eles há um mês atrás pediram-me para fazer um transporte de ajuda humanitária e eu ofereci uma viagem. Agora os bombeiros falaram comigo para alugar aqui o pavilhão para receber os materiais e disse que não o alugava, mas emprestava porque era uma ajuda humanitária”.

salientou Eduardo Cardoso

Eduardo Cardoso conta ainda que da sua empresa pelos menos 6 trabalhadores ucranianos “deixaram de trabalhar e foram combater para a guerra.  Foram embora e nunca mais disseram nada, não sei como é que para lá estarão, se estão vivos ou mortos, mas estão a lutar pelo país deles”. 

Os seis camiões com esta ajuda deverá chegar sábado à Eslováquia.

Salientar ainda que esta iniciativa envolve nove municípios do distrito de Castelo Branco, nomeadamente Proença-a-Nova, Oleiros, Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Penamacor, Fundão, Covilhã e Belmonte.

Para si... Sugerimos também...

3 Comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter