O Amor de João

O Amor de João
Maria Susana Mexia, Professora

Um jovem, pescador da Galileia, inteligente e amável, em plena faina piscatória, sentiu a atracção das coisas do alto e a sua vida seguiu outro rumo, partiu para outras paragens e navegou em outras águas.

Mar adentro foi o mote que tão ansiosamente esperava e não ousou perder mais tempo, atracou a barca em terra e com o Senhor partiu para outras pescas, outras margens, outras alturas espirituais.

Pensador sério e profundo, transbordava serenidade, nobreza, majestade e simpatia.

O discípulo amado de Jesus foi uma águia divina, os seus pensamentos voaram acima de todos os seus companheiros, a sua perspicácia impeliu-o a abraçar e a concretizar as palavras do Mestre.

Místico em profundidade, de espírito contemplativo e ardente a sua inteligência movia-se nas regiões mais misteriosas e elevadas do pensamento onde é propícia a iluminação.

O iluminado João, vibrante de amor foi o elemento mais querido do grupo dos doze e ocupa hoje um lugar de destaque no Novo Testamento.

Autor do quarto Evangelho, de três Epístolas e do Apocalipse, os seus escritos são de uma profundidade sem fim e conduzem-nos ao cerne da mensagem salvífica do cristianismo.

Seguidor de Jesus desde a primeira hora, foi o único a estar a seu lado no lugar da Paixão e foi a João, o amigo perfeito, que o Senhor, no momento da partida confiou a tutela de Maria: Eis aí a tua Mãe…

Com cerca de cem anos, no reinado do Imperador Trajano (95-117) João morreu e foi sepultado em Éfeso – (Turquia).

A Igreja latina celebra a festa de S. João, Apóstolo e Evangelista, no dia 27 de Dezembro. *

*A 24 de Junho é celebrado o dia do nascimento de S. João Baptista.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter