Vai Acontecer o Domingo da Oitava do Natal do Senhor

Vai Acontecer o Domingo da Oitava do Natal do Senhor

Vai acontecer na Unidade Pastoral de Proença-a-Nova, Peral e São Pedro do Esteval e nas Paróquias de Sobreira Formosa, Montes da Senhora e Alvito da Beira o Natal do Senhor o Domingo da Oitava do Natal do Senhor, a solenidade de SANTA MARIA, MÃE DE DEUS e o Dia Mundial da Paz.

Foram a toda a pressa e lá encontraram Maria e José, e o menino, que estava deitado na manjedoura. Depois de verem tudo isto, puseram-se a contar a toda a gente o que lhes fora dito a respeito daquele menino. Todos os que ouviram o que os pastores diziam ficavam muito admirados. Porém Maria guardava todas estas coisas no seu coração e meditava nelas. Os pastores foram-se embora, e pelo caminho cantavam louvores a Deus, por tudo o que tinham ouvido e visto, exatamente como lhes fora anunciado.

Quando o menino tinha oito dias, circuncidaram-no e puseram-lhe então o nome de Jesus, tal como o anjo indicara antes de ele ser concebido.

Do Evangelho segundo São Lucas (Lc 2, 16-21)

Celebrações Vespertinas

LocalData/HoraPresidente da Celebração
Santa Casa31 Dez. 16h30Padre Virgílio Martins
Proença-a-Nova31 Dez. 18h00Padre Luís Manuel

Celebrações Dominicais

LocalHoraPresidente da Celebração
Cimadas09h00Padre Luís Manuel
Vergão10h15Padre Luís Manuel
Maljoga11h30Padre Luís Manuel
Malhadal09h00Diácono Daniel Catarino
Corgas10h15Diácono Daniel Catarino
Vale D’Água09h00Padre Eduardo Indeque
Caniçal10h15Padre Eduardo Indeque
Moitas11h30Diácono Manuel Cardoso
Pergulho09h00Diácono Manuel Cardoso
Lameira d’ Ordem10h15Diácono Manuel Cardoso
São Pedro do Esteval11h30Padre Virgílio Martins
Peral10h15Padre Virgílio Martins
Pedra do Altar09h00Padre Virgílio Martins
Proença-a-Nova11h30Padre Eduardo Indeque
Alvito09h00Padre Silvano
Montes das Senhora10h15Padre Silvano
Sobreira Formosa14h00Padre Silvano
Padrão16h00Padre Luís Manuel

Celebrações Feriais

LocalData/HoraPresidente da Celebração
Lameira d’Ordem3 jan. 09h00Padre Luís Manuel
Eiras3 jan. 19h00Padre Luís Manuel
Corujeira4 jan. 17h00Padre Luís Manuel
Pergulho5 jan. 19h00Padre Luís Manuel
De 2/1 a 6/1/2023 – às 18h00 na Igreja Matriz de Proença-a-Novaexcepto no dia 5/1, quinta feira, às 11h00, antecedido de confissões (das 9h30 às 10h30)

Ofertório para a Ucrânia

As comunidades cristãs de Proença-a-Nova aceitam o desafio para fazer um peditório para a Igreja da Ucrânia.

Este peditório acontecerá no dia 1 de Janeiro de 2023, Dia Mundial da Paz.

O Papa Francisco escreveu a mensagem para este dia com o título “NINGUÉM PODE SALVAR-SE SOZINHO. JUNTOS, RECOMECEMOS A PARTIR DE COVID-19 PARA TRAÇAR SENDAS DE PAZ”

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

O Verbo de Deus veio para socorrer a descendência de Abraão, como afirma o Apóstolo, e por isso devia tornar-Se semelhante em tudo aos seus irmãos e assumir um corpo semelhante ao nosso. É para isso que Maria está verdadeiramente presente neste mistério; foi d’Ela que o Verbo assumiu como próprio aquele corpo que havia de oferecer por nós. A Sagrada Escritura recorda este nascimento e diz: Envolveu-O em panos; além disso, proclama ditosos os peitos que amamentaram o Senhor e fala também do sacrifício oferecido pelo nascimento deste Primogénito. O anjo Gabriel tinha anunciado esta concepção com toda a precisão e prudência; não lhe disse: «O que há-de nascer em ti», como se tratasse de algo extrínseco, mas de ti, para indicar que o fruto deste nascimento procedia realmente de Maria.
O Verbo, ao tomar a nossa condição humana e ao oferecê-la em sacrifício, assumiu-a na sua totalidade, para nos revestir depois a nós da sua condição divina, segundo as palavras do Apóstolo: É preciso que este corpo corruptível se revista de incorruptibilidade e que este corpo mortal se revista de imortalidade.
Estas coisas não se realizaram de maneira fictícia, como disseram alguns. Longe de nós tal pensamento! O nosso Salvador foi verdadeiramente homem e assim alcançou a salvação do homem na sua totalidade. Não se trata de uma salvação fictícia, nem se limita a salvar o corpo: o Verbo de Deus realizou a salvação do homem todo, isto é, do corpo e da alma.
Portanto, era verdadeiramente humana a natureza do que nasceu de Maria, segundo as divinas escrituras; era verdadeiramente humano o corpo do Senhor. Verdadeiramente humano, quero dizer, um corpo igual ao nosso. Maria é, de facto, nossa irmã, porque todos descendemos de Adão.
O que João afirma ao dizer: O Verbo Se fez homem, tem um significado semelhante ao que se encontra numa expressão paralela de São Paulo quando diz: Cristo fez-Se maldição por nós. Pela união e comunhão com o Verbo, o corpo humano recebeu um enriquecimento admirável: era mortal e passou a ser imortal, era animal e converteu-se em espiritual, era terreno e transpôs as portas do Céu.
Por outro lado, a Trindade, mesmo depois da encarnação do Verbo em Maria, continua a ser a mesma Trindade, sem aumento nem diminuição, permanecendo sempre na sua perfeição absoluta. E assim se proclama na Igreja: a Trindade numa única divindade; um só Deus, no Pai e no Verbo.

Liturgia das Horas – Das Cartas de Santo Atanásio, bispo –
Epist. ad Epictetum, 5-9: PG 26, 1058. 1062-1066) (Sec. IV)

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter