Sertã: Sendy´s Group cresce 5,5% em 2020

 Sertã: Sendy´s Group cresce 5,5% em 2020

O grupo de empresas tecnológicas Sendy´s Group, com sede na Sertã, aumentou em 5,5% a faturação em 2020, para 9,1 milhões de euros, e preparou para 2021 novos programas de estímulo à digitalização e transformação digital, foi anunciado.

“O processo de transformação digital, o teletrabalho e a própria digitalização de processos teve um acelerador muito importante com a situação da pandemia”

disse o presidente Fernando Amaral

O responsável notou que, num “ano atípico como foi 2020, a procura por soluções tecnológicas levou o grupo a registar um volume global de negócios de 9,1 milhões de euros (ME)”, repartidos por Portugal (5,5 ME), Angola (2,1 ME), Moçambique (0,9 ME) e outros mercados (0,6 ME), um crescimento de 5,5% em relação a 2019.

Constituído por oito empresas tecnológicas e com 145 trabalhadores, o grupo liderado por Fernando Amaral, natural de Cernache do Bonjardim, distrito de Castelo Branco, onde mantém a sede operacional, e com clientes nos mais diversos setores de atividade e com dimensões que vão da micro à grande empresa, deu conta de que a “esmagadora maioria” dos clientes, “empurrados pela crise sanitária global, está a investir, de forma acelerada, em tecnologia e em processos de digitalização e transformação digital dos seus negócios”.

A maioria dos negócios efetuados em 2020 foram os investimentos em “ferramentas para a continuidade dos negócios, soluções para cibersegurança, ‘software’ e serviços ligados à mobilidade, lojas ‘online’ e ‘sites’”, exemplificou, tendo feito notar que “as empresas tiveram de se reinventar” no processo digital, teletrabalho e digitalização de processos.

Segundo Fernando Amaral, para quem o teletrabalho “veio para ficar”, as empresas “estão a adotar o que há de mais tecnológico para simplificar, melhorar e/ou automatizar operações e processos de negócio repetitivos, que não acrescentam valor intrínseco”, a par da adaptação de competências e modelos de negócio, “por forma a tirar o máximo proveito das oportunidades oferecidas pelas ferramentas digitais”.

Nesse sentido, e defendendo que “a transformação digital é um dos pilares fundamentais para enfrentar os desafios suplementares trazidos pela pandemia”, o grupo de empresas tecnológicas, com operações em Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e China, e projetos desenvolvidos em 97 países dos cinco continentes, passa a partir de agora a disponibilizar, à base instalada de clientes, soluções integradas que aceleram o processo de digitalização.

Desenvolvidas pelas empresas produtoras de ‘software’ que integram o Sendys Group, as novas aplicações “automatizam, simplificam, melhoram e geram eficiência em processos organizacionais”, e pretendem ser uma forma de “contribuir para apoiar os empresários (…) a ultrapassarem o momento mais desafiante da história das suas empresas”.

*Lusa

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter