Proença-a-Nova: Janeiras em Caniçal

Proença-a-Nova: Janeiras em Caniçal

Grupo de Janeireiros do Caniçal de 2023

A tradição cumpriu-se no dia 7 de janeiro de 2023 com o canto das janeiras em Caniçal, Proença-a-Nova.

23 janeireiros entoaram o canto dos Reis Magos que vão ver o Menino e que, desviando-se da perversidade do Rei Herodes, contemplam a alegria de Maria, mãe de Jesus. Por fim, pede-se à senhora que se levante e dê esmola.

Iniciaram o canto em Mesão Frio e passaram para o Vale da Carreira, Caniçal Fundeiro e terminaram no Caniçal Cimeiro.

Segundo o Ti’ Deonildo, janeireiro à mais de 60 anos,

as janeiras do Caniçal já começaram em Arganil, em tempos, na paróquia de Cardigos, concelho de Mação. Depois vinham pelas aldeias acima até chegar ao Caniçal Cimeiro. Cantavam pela noite dentro, à pé e carregando todas as ofertas em géneros que as pessoas davam. Essas ofertas eram leiloadas à saída de missa na capela do Caniçal no dia seguinte. Hoje há aldeias em que já não há gente, como a Bairrada.

Em 2023, houve famílias que vieram passar o fim de semana à terra: uns para cantar e outros para abrir a porta aos janeireiros que cantam e pedem esmola. A receita das esmolas leiloadas reverte para a capela do Caniçal.

As Janeiras são uma das tradições que no Caniçal se mantém vivas até aos dias de hoje. O convívio é princípio que nos leva até mesmo em tempo de chuva a nos reunirmos para festejar as janeiras. Que para o ano cá estejamos todos outra vez como é a tradição.

Rodrigo Laia, jovem janeireiro

*fotografias de Rodrigo Laia

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter