Proença-a-Nova: Ano Municipal celebra Sabores Tradicionais da Gastronomia

Proença-a-Nova: Ano Municipal celebra Sabores Tradicionais da Gastronomia

Depois dos anos municipais da Floresta, em 2018, e das Plantas Aromáticas e Medicinais, em 2020, o Município celebra em 2021 o Ano Municipal dos Sabores Tradicionais com um conjunto de iniciativas que pretendem destacar a importância da gastronomia assente em sabores que foram sendo aprimorados e transmitidos ao longo de gerações.

O objetivo é publicar a Carta Gastronómica do Concelho de Proença-a-Nova em que pratos como o maranho, o plangaio, o peixe do rio, o cabrito, o bolo finto ou a tigelada estão naturalmente presentes por serem os mais conhecidos e procurados por quem pretende degustar a rica gastronomia do concelho.

Em colaboração com as associações locais, restauração e os detentores do saber fazer, pretende-se recolher as receitas mais típicas associadas a momentos chave das vivências da comunidade: por exemplo, a comida dos casamentos, dos batizados, das festas populares, no Natal, no Carnaval, na Páscoa e durante outros momentos festivos; também a que acompanhava os trabalhos no campo – nas malhas ou na apanha da azeitona; e a resultante da matança do porco, da caça e da pesca.

Para além de recuperar o receituário, é objetivo tornar cada vez mais a gastronomia, as tradições e os sabores um dos pontos essenciais da promoção turística do território, num trabalho a ser realizado de perto com os restaurantes que, em alguns casos, já os apresentam nas suas ementas. Todos os meses, as capas das agendas culturais apresentarão um prato típico, divulgando-se igualmente a receita, com a certeza de que o melhor é provar diretamente na origem, ficando assim o convite para visitar o concelho.

Neste ano municipal será consolidado o trabalho iniciado nos últimos anos com a realização de Festivais Gastronómicos que pretendem alavancar os produtos mais típicos e os sabores mais genuínos, nomeadamente a cereja, o limão, a tigelada, o peixe do rio, o plangaio, o maranho e os sabores de Natal. Em conjunto com os restaurantes, o Município definiu já algumas iniciativas, sendo que a primeiro delas arranca já em janeiro: o Festival do Maranho e da Salada de Almeirão. Nos restaurantes aderentes, estes produtos farão parte da ementa de sexta a domingo, entre 21 de janeiro e 16 de fevereiro. Haverá animação específica e a possibilidade de ganhar prémios.

Estão ainda previstos cinco outros momentos no restante ano: O Festival das Sopas e Condutos, de 12 de março a 4 de abril, o Festival da Cereja, de 21 de maio a 13 de junho; o Festival do Peixe do Rio, de 2 a 25 de julho, o Festival da Tigelada, de 6 a 29 de agosto; o Festival dos Sabores Caprinos e do Plangaio, de 3 a 26 de setembro, e o Festival Gastronómico de Caça, de 29 de outubro a 21 de novembro.

Para si... Sugerimos também...

Subscreva a nossa newsletter