O Erro de Damásio

O Erro de Damásio

Numa entrevista feita ao neurocirurgião português, António Damásio, publicada na Revista da Ordem dos Médicos, de Setembro 2021, é explanado o teor do seu último livro, Sentir & Saber, no que toca aos conhecimentos e ligações entre os sentimentos, a mente e o sistema nervoso. Seguramente uma obra fruto de muita investigação, dedicação, trabalho e empenho, cujo mérito reconheço com muito apreço.

Porém, para minha surpresa ou perplexidade fui confrontado com a seguinte questão, na página nove da dita revista:

Pergunta – No seu mais recente livro “ Sentir & Pensar”, lançado no final do ano passado, afirma que `o início não foi o verbo´. Colocar o verbo no centro do início será uma prova do egocentrismo humano?

Resposta – De certo modo sim, a afirmação `o princípio foi o verbo´não funciona porque no princípio é evidente que não existem criaturas vivas que pudessem ter verbo. As criaturas vivas nem sequer tinham cérebro, quanto mais verbo (risos). Portanto concordo consigo, há uma falta de atenção para aquilo que não é ser humano.

Fiquei efectivamente muito surpreendido, como um grande cientista ousa entrar num campo que não é da sua área, na medida em que cada ciência tem de se restringir ao cerne do seu trabalho. Não poderei apelidar esta afirmação de filosófica, ainda que todo o cientista tenha uns laivos de procurar saber mais.

Então qual será o motivo que o levou a especular sobre Teologia? A dirigir a sua mente e cérebro para o Génesis? Na verdade não sei responder, deixo esta reflexão para o leitor.

Interrogando-me se seria pertinente escrever este texto, mas logo concluí que sim.

Se António Damásio “opina” sobre a Criação!!!

*Enrique  Villanueva – Historiador e Investigador

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter