Guiné: Escuteiros Calipolenses angariam fundos para reconstrução de Palhota

Guiné: Escuteiros Calipolenses angariam fundos para reconstrução de Palhota

No dia 1 de Maio aconteceu um acidente na Missão Católica dos Missionários do Preciosíssimo Sangue de Bissaquel, em Guiné Bissau. Após fazer a limpeza do espaço exterior e estando a queimar o lixo, uma faúlha escapou para a cobertura da palhota, que é de palha e madeira, provocando um incêndio. Sem maios para combater o fogo, apenas se pode controlar, ficando a cobertura completamente destruída.

Por coincidência, o Provincial P. Luís Filipe chegou a Guiné Bissau na tarde deste mesmo dia e deparando-se com o cenário de destruição, fez um apelo através das redes sociais para se poder voltar a recuperar este espaço tão importante na missão: é a sala de espera para quem vai ao médico; é o espaço de celebração litúrgica dos grandes acontecimentos; é aqui que as pessoas se encontram para dialogar; serve de espaço de reuniões ou de catequese.

Foram muitas os amigos que responderam com donativos e o resultado foi surpreendente. Realça-se a acção dos escuteiros do Agrupamento 639 de Vila Viçosa: os lobitos e os caminheiros dedicaram-se a fazer pequenos bolos que venderam à porta de várias Igrejas, promoveram leilões online, receberam donativos, e o resultado foi a angariação de 700€. Esta verba foi entregue no domingo da Santíssima Trindade aos Missionários do Preciosíssimo Sangue no final da eucaristia.

O Chefe de Agrupamento adjunto enquadrou o gesto citando um pensamento de S. João de Deus: “tudo perece, só a boa obra permanece”. “Foi uma alegria imensa contarmos com uma soma tão expressiva”, confiando que nem Deus nem a comunidade faltariam. “Esta é uma obra importante, mas não é o fim”, manifestando o desejo de que Jesus continue a encaminhar os nossos escuteiros para o “serviço” aos irmãos.

Os Missionários dos Preciosíssimo Sangue agradecem toda a generosidade. Brevemente esperamos mostrar fotografias da palhota renovada. Enche-nos o coração saber que tantos amigos estão atentos à voz dos mais pobres, conhecem e acreditam nos projectos que desenvolvemos em Guiné Bissau.

* P. Luís Filipe, O Provincial

Para si... Sugerimos também...

Subscreva a nossa newsletter