Cláudia André questiona redução de portagens na A23

 Cláudia André questiona redução de portagens na A23

Cláudia André, deputada do PSD eleita pelo círculo de Castelo Branco, questionou, no dia 13 de abril, a ministra da Coesão Territorial sobre a redução de 50%, a partir de 1 de julho, nas portagens da A23 e A25, aprovadas no Orçamento do Estado, por proposta do grupo parlamentar do PSD.

De acordo com uma nota enviada à comunicação social, a parlamentar salientou o facto de ser residente com “muito orgulho no interior”, e lembrou que as gentes desta região do país “estão efetivamente preocupadas e a precisar de ajudas concretas no terreno”.

“No dia 1 de julho de 2021, as portagens da A23 e A25 irão ou não ser reduzidas em 50% do seu valor, conforme previsto no Orçamento do Estado de 2021?”

quis saber Cláudia André

Recordando a promessa do Governo em que se comprometia a transferir serviços públicos para o interior, com o objetivo de aumentar o emprego nestas regiões, Cláudia André referiu-se ao concelho da Covilhã, assinalando que o Data Center instalado naquele local se encontra “a 50% da sua capacidade, tendo apenas um bloco construído onde estiveram inicialmente previstos” um maior número”.

Este facto levou a parlamentar a questionar se “este centro, que tem 3 mil metros quadrados para implementar servidores e só tem 50% deste espaço aproveitado, poderá ou não, ser alvo de uma parceria com a Altice para que estes servidores” sejam utilizados pelo Estado Português, a fim de armazenar os seus dados naquele local.

A ministra da Coesão Territorial não respondeu às questões colocadas.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter