Vila de Rei: Esculturas metálicas alertam para a problemática do plástico

Vila de Rei: Esculturas metálicas alertam para a problemática do plástico

O Município de Vila de Rei, em parceria com a equipa do CLDS 4G, criou três esculturas metálicas de grandes dimensões, em formato de peixe gigante, garrafa e picoto, para a deposição de embalagens e garrafas de plástico, colocados nas Praias Fluviais do Bostelim, Fernandaires e Penedo Furado.

A ação está inserida no âmbito da campanha “Os suspeitos são os do costume?” e tem o objetivo de promover a recolha e a valorização das embalagens utilizadas. Paralelamente o impacto visual das estruturas, à medida que for sendo enchida, pretende alertar para a problemática do plástico de utilização única e para as suas consequências em termos ambientais.

“Acreditamos que esta campanha é importante e necessária para que nos conscientizemos das consequências de nossos atos e que é necessário mudar comportamentos, através da separação resíduos, colocando-os nos ecopontos de modo a contribuir para a preservação e conservação dos ecossistemas”

afirma Ricardo Aires, Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei

Atualmente o mundo produz mais objetos de plástico do que nunca, mais concretamente 500 milhões de toneladas. Muitos desses objetos são plásticos de uso único, como garrafas, sacos, pratos, entre outros. Tais resíduos, ao serem descartados, podem terminar num aterro ou, eventualmente, serem reciclados. O problema é que de todo o plástico produzido mundialmente até hoje, apenas 9% é reciclado, contra 12% que foi incinerado e 79% que terminou em aterros ou diretamente no meio ambiente, conforme dados mencionados pela Greenpeace.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter