Sertã: Publicado artigo científico cuja investigação decorreu na Piscina Municipal

Sertã: Publicado artigo científico cuja investigação decorreu na Piscina Municipal

Happy and healthy senior female with toothy smile looking at you while spending leisure in swimming-pool

Foi publicado recentemente na revista “International Journal of Environment Research and Public Health” um artigo que apresenta os primeiros resultados de uma investigação realizada na Piscina Municipal da Sertã.

A investigação realizada entre 2017 e 2018 teve como objetivo testar o impacto de diferentes programas de exercício físico em meio aquático (hidroginástica) em idosos não institucionalizados, sendo que o Protocolo de Estudo, publicado anteriormente na referida revista, explica detalhadamente os moldes em que foi realizado.

A publicação destes artigos surge no âmbito do projecto de doutoramento de Carlos Farinha, funcionário do Município da Sertã a exercer funções na Piscina Municipal da Sertã. Este projeto de doutoramento da Universidade de Coimbra, intitulado “O Impacto de Diferentes Programas de Exercício Físico em Meio Aquático nas Doenças Cardiometabólicas, em Idosos Não-Institucionalizados”, tem como orientadores o Doutor José Pedro Ferreira (natural do Concelho da Sertã), a Doutora Ana Teixeira e o Doutor João Serrano.

explica a autarquia da Sertã em nota enviada

A investigação decorreu durante 28 semanas em que foram aplicados três diferentes programas de exercício físico a 102 utentes de hidroginástica da Piscina Municipal da Sertã. Foram recolhidos e monitorizados dados antropométricos, de aptidão funcional, cardiovasculares, bioquímicos, metabólicos e psicológicos (com o devido consentimento e colaboração dos utentes).

Assim, o artigo recentemente publicado apresenta os primeiros resultados deste Projeto referentes às variáveis antropométricas, de aptidão funcional e cognição.

De forma resumida, os resultados demonstraram que o exercício físico em meio aquático proporciona benefícios ao nível da composição corporal (no peso, na gordura visceral, na massa gorda e massa muscular, etc.), ao nível da aptidão funcional (capacidade aeróbia, força muscular, preensão manual e flexibilidade), e também na cognição (por exemplo, na memória a curto e a longo prazo, na capacidade linguística, na capacidade de cálculo, na atenção, na orientação, etc.). Analisando o impacto dos diferentes programas, o programa combinado demonstrou proporcionar mais benefícios ao nível da composição corporal e da função cognitiva. Por outro lado, os programas intervalado aeróbio e aeróbio contínuo demonstraram ser mais eficazes ao nível da aptidão funcional.

dá conta a autarquia

José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, saúda este trabalho de investigação académica conduzido por um funcionário e investigador do município, sob coordenação de um professor também natural do concelho da Sertã: “A importância deste tipo de trabalhos é vital para o conhecimento da nossa população, bem como dos seus hábitos e vivências. Acredito que os resultados desta investigação serão úteis na definição de novas estratégias para responder aos desafios colocados pela população mais idosa”, acrescentou o edil.

De acordo com o autor, “estes resultados serão, com certeza, uma útil ferramenta de ajuda ao planeamento das aulas de hidroginástica pelos técnicos do Município, bem como, para toda a comunidade envolvida na prescrição de exercício físico”. Carlos Farinha mostra-se grato “ao Município da Sertã, por ter tornado possível a realização deste projeto na Piscina Municipal, bem como a todos os meus colegas (…) e aos utentes que acederam a participar”, elogiando a sua “disponibilidade, dedicação, paciência e carinho”. Em jeito de conclusão, Carlos Farinha apela para que “as pessoas comecem a olhar para o exercício físico como uma mais-valia para melhorar a saúde, permitindo a prevenção e controlo de doenças, reflectindo-se positivamente na melhoria da qualidade de vida”.

O artigo publicado pode ser lido em: “Impact of Different Aquatic Exercise Programs on Body Composition, Functional Fitness and Cognitive Function of Non-Institutionalized Elderly Adults: A Randomized Controlled Trial

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter