Sertã: Presidente da Câmara preocupado com aumento de casos

 Sertã: Presidente da Câmara preocupado com aumento de casos

José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã e da Comissão Municipal de Protecção Civil, emitiu esta tarde um comunicado onde se mostra preocupado com o crescente aumento de casos de Covid-19 no concelho da Sertã.

“Torna-se premente apelar a toda a população para a adoção de um comportamento cívico condizente com as normas impostas pela Direcção-Geral de Saúde e para cumprimento integral das regras de distanciamento social e etiqueta respiratória por todos já conhecidas”

salienta o autarca

No mesmo comunicado José Farinha Nunes garante que “estão a ser envidados todos os esforços em colaboração com as demais entidades do Concelho nomeadamente a Autoridade de Saúde no sentido da contenção efetiva do surto.”

O Concelho da Sertã entrou à meia noite de hoje no Nível de Risco Muito Elevado (o segundo mais alto na escala definida pelas autoridades). Segundo os últimos dados conhecidos o concelho contabiliza 132 casos ativos.

Desta forma o concelho sertaginense tem como medidas implementadas a:

  • Proibição de circulação na via pública a partir das 13h no fim-de-semana de 9 e 10 de janeiro;
  • Proibição de circulação entre concelhos entre as 23h do dia 8 de janeiro e as 05h do dia 11 de janeiro de 2021, salvo por motivos de saúde, de urgência imperiosa ou outros especificamente previstos;
  • O uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho;
  • O dever cívico de recolhimento obrigatório;
  • Os eventos e celebrações ficam limitados a cinco pessoas, salvo se do mesmo agregado familiar;
  • O teletrabalho é obrigatório, desde que as funções em causa o permitam;
  • A realização de feiras e mercados de levante fica dependente da autorização do Presidente da Câmara Municipal.

Sobre este último ponto José Farinha Nunes já fez saber em despacho que autoriza a realização de feiras e mercados de levante no concelho da Sertã. “O despacho contou com o parecer favorável da Delegada de Saúde do ACESPIS e vistoria das feiras e mercados de levante do concelho da Sertã pelo Delegado de Saúde Ambiental” informa a autarquia. O mesmo despacho produz efeitos imediatos “podendo ser alterado em função da evolução da situação epidemiológica, de acordo com as determinações que venham a ser adoptadas a nível naciona”.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter