Sertã: José Farinha Nunes alerta para “comportamentos incorretos”

Sertã: José Farinha Nunes alerta para “comportamentos incorretos”

A Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã, reunida no passado dia 7 de abril, lançou um alerta relativamente ao modo como o desconfinamento está a ser encarado por parte da população.

Em comunicado enviado para a comunicação social, José Farinha Nunes, Presidente da Câmara Municipal da Sertã e Presidente da da Comissão Municipal da Proteção Civil da Sertã fala mesmo em “comportamentos incorretos“.

Desde o passado dia 5 de abril, data em que se iniciou a segunda fase do desconfinamento, foi possível sinalizar, entre a população, uma série de comportamentos incorretos, que além de infringirem as normas atualmente em vigor colocam em risco a saúde dos cidadãos.

afirma José Farinha Nunes

Um dos exemplos dado pelo autarca é na frequência de esplanadas.

Foi possível verificar que nem o uso de máscara era cumprido, nem tampouco o distanciamento social, mesmo quando muitos cidadãos eram instados a cumprir esses procedimentos pelos proprietários dos estabelecimentos comerciais. Na via pública, onde o uso de máscara é obrigatório sempre que não seja possível cumprir o distanciamento físico recomendado, foram identificadas diversas situações de incumprimento.

revela

Desta forma a Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã chama a atenção de toda a população “para o facto de a pandemia Covid-19 continuar a ser uma ameaça real, sendo necessário não relaxar neste período que é fundamental no combate à disseminação do vírus na sociedade.”

Embora a situação epidemiológica registe progressos significativos, este não é ainda o momento para o tão desejado regresso à normalidade, continuando a vigorar o estado de emergência, com as limitações que isso implica.

reforça o comunicado

Apesar de tais factos a Comissão Municipal de Proteção Civil da Sertã diz “acreditar no bom senso de toda a população e na necessidade de se trabalhar em conjunto para combater esta pandemia”.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter