São Pedro do Esteval: Faleceu o Padre Américo Agostinho

 São Pedro do Esteval: Faleceu o Padre Américo Agostinho

Faleceu ontem, 26 de Maio, no Hospital de Portalegre, onde estava internado, com 84 anos, o Padre Américo Ribeiro Agostinho, natural de São Pedro do Esteval (Proença-a-Nova).

Segundo um comunicado da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, o padre Américo Agostinho estava “internado há mais de um mês quando acometido de uma vulnerabilidade pancreática inesperada, o seu estado de saúde veio a agravar-se nos últimos dias.”

O padre Américo Agostinho nasceu em São Pedro do Esteval no dia 7 de setembro de 1936 e aí foi baptizado na Igreja Matriz a 27 de setembro do mesmo ano.

Fez a sua formação nos nossos Seminários e viria a ser ordenado Presbítero para Igreja Diocesana em 9 de Julho de 1961 pelas mãos de Sª Exª Rev.ma o Senhor D. Agostinho Lopes de Moura.

Começou por servir a Igreja diocesana em Portalegre como coadjutor e, logo de seguida em Ponte de Sor.

Em 1964 foi nomeado pároco de Alegrete e de Reguengo e, mais tarde, encarregado da Paróquia da Urra. Em 1983 foi nomeado Vigário paroquial das Paróquias da Sé e de S. Lourenço, em Portalegre e em 2000 foi nomeado Capelão do CIP de Portalegre. Em 2002 foi nomeado para Alagoa e Fortios onde permaneceu como Pároco até aos dias de hoje.

Era também o Assistente do Secretariado diocesano da Pastoral Social e Mobilidade humana e do Agrupamento de Escuteiros de Portalegre a quem dedicou quase uma vida inteira.

Juntamente com a paroquialidade foi Professor de Religião e Moral desde 1963, primeiro na Ponte de Sôr e, depois, em Portalegre.

As celebrações exéquias acontecem hoje, dia 27 de Maio, com uma celebração às 15h em S. Lourenço, Portalegre, seguindo depois o corpo para S. Pedro do Esteval, onde o Senhor Bispo preside à celebração às 18h, seguindo depois para o cemitério local.

1 Comentário

  • A partida para a casa do Pai do Padre Américo não deixa de nos surpreender.
    Termina longas semanas de luta e sofrimento.
    Ao Pai do Céu e à sua infinita misericórdia que o Padre Américo foi dando a conhecer ao longo do seu vasto ministério, confiamos a vida e a pessoa do Padre Américo.
    Estamos unidos em oração e na dor com a sua família. Descanse na Paz de Deus.

    Dos Missionários do Preciosíssimo Sangue: Luís, Virgílio, Joaquim e Eduardo.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter