Proença-a-Nova: Casa da Memória e das Artes vai avançar

Proença-a-Nova: Casa da Memória e das Artes vai avançar

Dia do Município destacou Cultura

A sessão solene do Dia Município de Proença-a-Nova, que teve lugar ontem, 13 de junho, feriado municipal, além de destacar a Cultura, tema da sessão, foi a oportunidade escolhida pelo Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, para confirmar o avanço da criação da Casa da Memória e das Artes de Proença-a-Nova.

O autarca começou por frisar que “enquanto município temos a responsabilidade primeira de promover cultura de forma transversal e inclusiva das comunidades realizando a sua aculturação e partilha”.

“Numa época em que se fala tanto de massas queremos que esta nossa cultura seja o reflexo de uma história vivida deste território, das suas pessoas, das suas vivencias e dos seus conteúdos biográficos”

salientou João Lobo

Depois de dar o exemplo do Espaço Ribeiro Farinha, do Espaço Museológico Isilda Martins, da Fundação Joaquim Lourenço, da parceria com a Universidade de Belas Artes de Lisboa, da criação do Roteiro das Artes e da aposta no Centro Arqueológico, João Lobo informou que o projeto Casa da Memória e Artes de Proença-a-Nova, num investimento de um milhão de euros “já tem adjudicatário para a sua construção”.

“Para repositório dos vários achados das diversas campanhas arqueológicas, mas também para transmitir os ecos de Proença para os proencenses e quem nos visita com espaço de preservação do saber artesanal, áreas de exposição e manifestações artísticas várias, vamos concretizar a Casa de Memória e Artes de Proença-a-Nova no antigo quartel da GNR, no Largo da Devesa, projeto este que define cultura”

informou João Lobo

O autarca apresentou ainda os 5 projetos (Resina.pt; Folego, ESPORO, Beira Baixa Cultural 2.0 e o Experimenta Paisagem) que estão a ser dinamizados pela Câmara Municipal, em conjunto com outros municípios e organizações, que segundo o autarca “procuram alterar a maneira como se olha para a arte e cultura no interior do país”.

Em representação da bancada do PSD esteve Daniela Dias José, que depois de considerar que a cultura “é uma área tantas vezes esquecida por quem governa o nosso país e região” salientou que a cultura “é vista como o parente pobre de qualquer gestão autárquica”.

“Proença-a-Nova poderá assumir-se como pioneira na visão da cultura enquanto vetor de desenvolvimento estratégico baseado na diversidade cultural e na capacidade de saber explorar tradições apreendidas nos seus oito séculos de história”.

afirmou a deputada municipal

Olhando para o concelho, Daniel Dias José, considera a Bibliomóvel “um exemplo único de divulgação cultural que percorre todos os lugares do concelho”.

Por sua vez Cristina Catarino, em representação da bancada do PS considerou que “a cultura deve perturbar e provocar a ação de pensar”.

“A transferência de competências na área da cultura para os municípios dá corpo a um dos princípios essenciais da democracia que é o da proximidade entre a administração central e local, entre os centros de decisão e os territórios, entre os cidadãos e o seu patrimônio cultural.”

destacou a deputada

Cristina Catarino considerou ainda de grande “quantidade e variedade as diferentes expressões culturais” apadrinhadas pelo município.

António Paulo Santos, eleito nas listas da coligação PSD/CDS mas que atualmente se encontra como deputado independente, afirmou que a autarquia deve “exigir ao poder central várias medidas que contribuam para o desenvolvimento do interior em geral com a criação de uma verdadeira política de discriminação positiva fiscal de modo a tornar mais atrativa a fixação de pessoas e empresas na região e consequentemente neste município”.

A sessão solene contou ainda com a atuação de Ana Sofia Ventura com Alexander Stetile ao piano. Foram também divulgados os vencedores da última edição do Prêmio Literário Pedro da Fonseca.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter