Proença-a-Nova: BioAromas LIIS celebra dia Internacional do fascínio das plantas

Proença-a-Nova: BioAromas LIIS celebra dia Internacional do fascínio das plantas

O Bioaromas liis e Bioaromas escola juntaram-se com os seus familiares para comemorar o dia Internacional do Fascínio das Plantas.

O Dia Internacional do Fascínio das Plantas decorre anualmente a 18 de maio. A data foi criada em 2012 pela EPSO – European Plant Science Organisation, para celebrar a vida misteriosa e fascinante das plantas. Da mais pequena semente nasce a maior árvore, que alimenta e abriga as mais variadas criaturas. Dada a dimensão dos milagres naturais que surgem na vida das plantas, não é de estranhar que se tenha criado um dia para celebrar estes acontecimentos.

Fomos visitar a Casa da Cerca em Almada, os guias mostraram-nos as instalações e explicaram o trabalho que lá desenvolvem: recolhem as essências das plantas para a produção de tintas (a hortelã produz tinta verde, a papoila produz tinta vermelha, rosmaninho produz tinta azul), recolhem fibras do sisal para produção de cordel, extraem seiva para produção de cola, com o centeio e milho produzem borracha e gomas, com a videira em combustão lenta produz-se carvão para desenhar, do Dragoeiro recolhe-se a seiva que depois de oxidada forma uma substancia pastosa de cor vermelho vivo – sangue de dragão – usada desde a antiguidade na tinturaria, a guia explicou-nos que naquele terreno foi transplantado um Dragoeiro centenário, na altura da transplantação a cidade de Almada parou pois foi necessário um camião e gruas percorrerem as estreitas estradas de Almada até à Casa da Cerca, infelizmente depois de 3 anos morreu mas os técnicos conseguiram retirar hastes viáveis e só uma conseguiu sobreviver estando lá este exemplar, pela comemoração dos 20 anos da Casa da Cerca plantaram junto ao local onde se situava o Dragoeiro centenário um exemplar desta espécie. Cheiramos a folha de Cânfora – muito boa para desobstruir as vias respiratórias. Uma das coisas que também nos chamou a atenção foi as vistas da Casa da Cerca para o rio Tejo e para a cidade de Lisboa, são incríveis!!!

Almoçamos no parque de merendas junto do Cristo Rei e depois de subirmos de elevador e percorrermos 74 degraus chegámos ao cimo do Cristo Rei para ver as vistas, tirámos muitas fotos, observamos a cidade de lisboa e a ponte sobre o Tejo, que espetacular!

Regressámos a casa muito satisfeitos pelo conhecimento que adquirimos, partilha e companhia.

É CAPAZ de ser interessante lá voltar!

*BioAromas LIIS

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter