Proença-a-Nova: Autarquia apoia compra de material de combate à vespa asiática

Proença-a-Nova: Autarquia apoia compra de material de combate à vespa asiática

Os apicultores do concelho de Proença-a-Nova já se podem candidatar aos apoios que o Município disponibiliza para compra de material de combate à propagação da vespa asiática no território, nomeadamente harpas.

De acordo com o Regulamento de Apoio no Combate à Vespa Velutina, publicado em Diário da República no dia 11 de maio, os apoios destinam-se a apicultores com residência fiscal no concelho que estejam inscritos junto da Autoridade Tributária e Aduaneira e que tenham apiários localizados nesta área geográfica (pelo menos um apiário com um mínimo de dez colónias, por cada kit). 

“A estratégia de apoio às atividades económicas tem sido desenvolvida ao longo dos últimos anos a vários níveis, sendo neste caso concreto uma ajuda direta aos apicultores do nosso concelho e uma forma de mitigarmos a presença desta invasora e as suas consequências”

adianta João Lobo, presidente da Câmara Municipal

Para quem cumpra as condições definidas em regulamento, o Município apoia, uma única vez por apicultor, a compra do primeiro kit de harpa com 145€ e do segundo kit com 72,5 € (valores com IVA incluído).

Até dia 30 de setembro de cada ano, os interessados deverão preencher o formulário de candidatura, disponível no Portal de Serviços Online ou nos serviços municipais, e entregá-lo com a Declaração de Existências do ano anterior, entre outros documentos, por via eletrónica, no Gabinete de Apoio ao Empresário ou no Balcão Único.

A atribuição do montante do apoio a conceder está sempre condicionada à vistoria aos apiários e à apresentação dos comprovativos das respetivas despesas e à verificação dos mesmos.

refere ainda a autarquia em nota enviada

A decisão de atribuir o presente apoio aos apicultores do concelho surge na sequência do aumento do número de ninhos destruídos nos últimos anos: no ano de 2019 foram detetados e registados 45 ninhos de vespa velutina, 48 no ano de 2020, 139 no ano de 2021 e no presente ano foram já registados 25 ninhos.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter