Papa Francisco visita Chipre e a Grécia entre os dias 2 e 6 de Dezembro

Papa Francisco visita Chipre e a Grécia entre os dias 2 e 6 de Dezembro

Em Chipre, a viagem do Papa tem por tema “Consolai-vos na Fé” e a imagem gráfica da viagem apostólica do Papa é construída a partir do mapa do Chipre, com o Papa Francisco à esquerda, voltado para São Barnabé, patrono da Ilha, com um ramo de oliveira amarrado a uma espiga, à direita.

O tema da viagem do Papa à Grécia é retirado da 36º Mensagem de Francisco para a Jornada Mundial da Juventude, expressa na frase “abramo-nos às surpresas de Deus, que quer fazer resplandecer a sua luz sobre o nosso caminho” e exprime “a esperança que a visita do Papa traga um raio de luz para o futuro” do país, com um “passado luminoso”.*

Na Grécia, o logotipo representa a Igreja como uma barca que atravessa águas turbulentas do mundo, com a cruz de Cristo como mastro e o Espírito Santo a inflamar as velas, cuja forma estilizada evoca a figura do Papa.

Sua Santidade fará ainda uma breve passagem pelos campos de migrantes na Ilha de Lesbos, cuja situação tem sido uma constante preocupação humanitária para Francisco.

*O famoso discurso de Paulo em Atenas deu-se por volta do ano 50-52 d.C.

Homens atenienses, em tudo vos vejo um tanto supersticiosos; Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais, não o conhecendo, é o que eu vos anuncio. O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens; Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas; E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação; Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós; Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração. Sendo nós, pois, geração de Deus, não havemos de cuidar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens. Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há-de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. Atos 17:22-31

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter