Oleiros: Em 4 anos projeto “CuidAdor” já abrangeu mais de 100 cidadãos

Oleiros: Em 4 anos projeto “CuidAdor” já abrangeu mais de 100 cidadãos

Criado em dezembro 2019, o projeto CuidAdor, para quem se encontre numa situação de dependência de cuidados básicos nas 10 freguesias do concelho de Oleiros, está atualmente a prestar apoio a 84 pessoas.

Em quatro anos, foram mais de 100 os cidadãos abrangidos por este projeto criado no âmbito do Programa de Parcerias para o Impacto, do qual o Município de Oleiros é investidor social.

refere a autarquia de Oleiros em nota enviada

Implementado pelo Centro Social S. João de Sobral, este projeto na área da inclusão social, passa por apoiar quem se encontre numa situação de dependência de cuidados básicos, por motivos de incapacidade ou deficiência, com perda de autonomia; bem como quem lhe presta assistência regular.

Em 2020, realizaram-se 450 visitas ao domicílio. No ano seguinte, 803 e este ano contabilizam-se 241 até ao primeiro trimestre deste ano. O utente mais idoso tem 94 anos e o mais novo 27 (trata-se de uma doença rara). Financiado em 70 por cento pelo Fundo Social Europeu, o CuidAdor recebe apoio de investidores sociais e do Município de Oleiros.

informa a Câmara de Oleiros

De segunda a sexta-feira, uma cabeleireira com formação também em estética e uma ajudante deslocam-se à casa dos beneficiários e de forma gratuita cortam o cabelo e a barba, tratam dos pés e das unhas das mãos.

“Este projeto foi pensado para fomentar a autoestima das pessoas com dificuldade de locomoção, mas também dos seus cuidadores, promovendo o seu autocuidado. Esta é também uma forma de prevenir doenças, uma vez que existem algumas pessoas a viverem sozinhas ou isoladas”

frisa Fernando Jorge, Presidente da Câmara Municipal de Oleiros

Cátia Alves, coordenadora do projeto e técnica superior de Serviço Social no Centro Social São João de Sobral, confirma que alguns problemas de saúde foram detetados a tempo de serem tratados. Nestes casos, continua, “reportamos ao Centro de Saúde. Trabalhamos também em articulação com o Centro Distrital de Segurança Social, com familiares, com a psicóloga do projeto municipal de “Apoio ao Luto”.

Ao longo de quatro anos de existência, o projeto CuidAdor foi suspenso apenas dois meses, em abril e maio de 2020, quando surgiu a pandemia Covid-19. Voltou à estrada, com as precauções adequadas, indo de encontro às preocupações sociais do executivo camarário liderado Fernando Jorge.

“Tudo o que possamos fazer nesta área não é um custo”

diz o autarca que anuncia a retoma da Unidade Móvel de Saúde

A carrinha voltará a viajar pelo concelho com uma equipa pluridisciplinar na área da Saúde e Segurança Social. Nesta Unidade são prestados cuidados básicos de saúde e realizados rastreios gratuitos ao nível dos fatores de risco das doenças cardiovasculares (tais como diabetes, obesidade, hipertensão e colesterol).

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter