Investigadores portugueses traçam recomendações para treino de equilíbrio no futebol

Investigadores portugueses traçam recomendações para treino de equilíbrio no futebol

Uma equipa internacional de investigadores da Universidade da Madeira e da Universidade de Lisboa levou a cabo um estudo com o objetivo de melhorar a performance de jovens futebolistas. O projeto foca-se em jovens entre os 13 e os 16 anos, e encontrou uma relação entre o equilíbrio, a composição corporal e a aptidão física.

Identificamos uma lacuna no estudo da performance de equilíbrio em jovens futebolistas, uma capacidade determinante para o aperfeiçoamento de técnicas como o drible, o passe e o posicionamento entre oponentes”, conta Cíntia França, investigadora do Instituto de Tecnologias Interativas do Instituto Superior Técnico.

Os investigadores encontraram relações fortes entre a capacidade de equilíbrio dos jovens atletas e da percentagem de massa gorda: quanto maior essa percentagem, pior é o desempenho dos atletas em tarefas de equilíbrio. Por outro lado, o treino da força e a flexibilidade dos atletas, contribuem positivamente para uma maior performance de equilíbrio dos mesmos.

A equipa de investigadores recomenda, por isso, que o treino do equilíbrio no futebol, especialmente nos escalões de formação, seja promovido em conjunto com outros exercícios.

“Os agentes desportivos devem considerar a inclusão de exercícios focados no desenvolvimento da aptidão física, nomeadamente da força, no processo de treino. Além disso, a monitorização da composição corporal, particularmente da percentagem de massa gorda, é fundamental para evitar o seu efeito negativo na performance física”

Cíntia França

Com o propósito de compreender os impactos da metodologia proposta, a equipa traçou já planos para o futuro da investigação. “Objetiva-se o acompanhamento longitudinal destes jovens futebolistas, estudando-se o seu progresso no que concerne à composição corporal e à aptidão física, de modo a compreender os efeitos do treino a longo prazo”, finaliza a investigadora.

Esta investigação foi realizada no âmbito do projeto Marítimo Training Lab, que visa o desenvolvimento de um centro de treino de alto rendimento e performance no Marítimo da Madeira, Futebol SAD. Além das instituições portuguesas, o estudo contou ainda com a colaboração de investigadores de instituições de investigação do Brasil, Suíça e Polónia.

*Daniel da Costa Ribeiro, Instituto de Tecnologias Interativas, Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter