D. Manuel Clemente na Audiência Geral

D. Manuel Clemente na Audiência Geral

O D. Manuel Clemente e um grupo de sacerdotes estiveram hoje na Audiência Geral com o Papa Francisco. Envio a pequena entrevista que fiz ao D. Manuel e o audio da mesma.

O que vos traz a Roma?

Foi uma iniciativa dos padres ordenados em Lisboa que resolveram fazer o encontro de julho aqui. Encontramo-nos todos os anos umas três vezes e desta vez decidiram que seria em Roma. Chegámos 2f de madrugada, hoje estivemos aqui e amanhã vamos para Lisboa. Foi um encontro bonito, tivemos ocasião de estar com o Santo Padre, de ouvir as palavras dele, que são sempre muito sugestivas e muito importantes para a nossa vida sacerdotal, e vamos daqui com a alma cheia.

É diferente ouvir as palavras dele todos os dias e vê-lo fisicamente…

Claro. O grupo tem padres que foram ordenados nos últimos 7 anos em Lisboa ou, não tendo sido ordenados em Lisboa, estão lá agora.

Eles ficam inolvidados com isto, é um belo impulso para aquilo que temos de fazer, ainda mais a caminho da JMJ, que está sempre presente, também falámos disso entre nós e com o Santo Padre… vai ser bom!

Encontro Mundial das Famílias que o D. Manuel acompanhou…

E vou acompanhar lá na diocese este ano também, porque o encontro vai ser lá também.

Sente que é uma boa forma de concluir este Ano Amoris Laetitia?

A Pandemia não possibilita uma grande concentração, como era noutras alturas. Assim, faz-se em Roma e faz-se em todas as dioceses. Com os meios de comunicação que temos, podemos estar nos dois sítios ao mesmo tempo, e vai ser bom.

É uma boa forma de acabar o ano?

Eu acho que nunca mais acaba, tudo o que há a fazer em termos de acompanhamento da proposta matrimonial cristã requer uma formação permanente, e nesse sentido a Sana Sé publicou há pouco tempo um diretório de catequese matrimonial para aplicarmos na nossa preparação para os matrimónios. Tudo isso vai no sentido de reforçar uma realidade que para nós é importantíssima – não é por acaso que nos Evangelhos sinóticos há várias citações de Jesus a este propósito – e é preciso levar isto a sério.

Estas novas indicações podem ajudar a uniformizar mais a formação para o matrimónio?

Espero que sim, a bem dos casais. É muito importante que os casais que se querem casar sacramentalmente e fazer um matrimónio cristão saibam o que isso é, e às vezes têm uma preparação muito pequena. Tiveram catequese em pequenos, mas depois a prática foi ou não foi o que devia ser, e têm gosto em celebrar o sacramento, mas não estão muito certos do que isso seja, e também lhes devemos essa verdade, para que eles possam crescer nela.

* Ricardo Perna

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter