Covid-19: Sertã é o concelho do distrito que mais sobe a Taxa de Incidência

Covid-19: Sertã é o concelho do distrito que mais sobe a Taxa de Incidência

Proença-a-Nova mantém taxa sem registo de casos ativos

Como já é normal fazer todas as sextas-feiras, a DGS voltou hoje a atualizar, o mapa de risco de contágio da Covid-19.

Dos 11 concelhos do distrito de Castelo Branco, só 2 continuam com uma taxa de incidência de 0 casos por 100 mil habitantes. A Sertã é o concelho que mais sobe esta semana passando de 0 casos para 123 casos por 100 mil habitantes. Salientar que o concelho só não entra, para já, na lista dos concelhos de risco elevado devido à diferenciação da Matriz de Risco para os territórios de baixa densidade anunciada por António Costa na passada quarta-feira.

Recordar que nos últimos dias o concelho tem registado um aumento significativo de casos. Apesar de os últimos dados divulgados pela Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) identificarem 6 casos ativos, José Farinha Nunes, presidente da Câmara, já afirmou existir 19 casos ativos no concelho. Segundo informações que o Jornal de Proença conseguiu apurar esse valor já terá sido ultrapassado.

Além da Sertã, esta semana também o concelho de Castelo Branco e Fundão registam aumentos na Taxa de Incidência. Todos os outros mantiveram não havendo registos de diminuições.

Hoje, e com esta atualização, Proença-a-Nova mantêm uma Taxa de Incidência de 14 casos por 100 mil habitantes. Apesar desta Taxa de Incidência, há que salientar que o concelho não regista, segundo a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) qualquer caso ativo.

Dos 11 concelhos do distrito só Oleiros e Vila Velha de Ródão se encontram na casa dos 0 casos por 100 mil habitantes.

A respetiva taxa de incidência por 100 mil habitantes é a seguinte:

  • Sertã (123 casos por 100 mil habitantes)
  • Vila de Rei (30 casos por 100 mil habitantes)
  • Penamacor (21 casos por 100 mil habitantes)
  • Belmonte (16 casos por 100 mil habitantes)
  • Proença-a-Nova (14 casos por 100 mil habitantes)
  • Idanha-a-Nova (12 casos por 100 mil habitantes)
  • Castelo Branco (10 casos por 100 mil habitantes)
  • Covilhã (9 casos por 100 mil habitantes)
  • Fundão (8 casos por 100 mil habitantes)
  • Oleiros (0 casos por 100 mil habitantes)
  • Vila Velha de Ródão (0 casos por 100 mil habitantes)

De salientar que os dados reportam a um período de incidência cumulativa a 14 dias entre 19 de Maio e 1 de Junho.

Portugal tem hoje uma incidência de 69,8 novos casos de infeção com SARS-CoV-2 por 100.000 habitantes e um índice de transmissibilidade (Rt) de 1,08, segundo o boletim conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do INSA, divulgado hoje

De acordo com os dados oficiais, quando analisado apenas o território de Portugal Continental a incidência situa-se nos 67,5 casos por 100.000 habitantes e o Rt em 1,10.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter