ADC de Proença-a-Nova: De volta às vitórias

ADC de Proença-a-Nova: De volta às vitórias

Após a goleada em casa com o Águias do Moradal, a 31 de Outubro, a ADC de Proença-a-Nova deslocou-se ao Fundão, para defrontar o Académico local, em jogo a contar para 6ª jornada do Distrital de Castelo Branco.

Num jogo de fraca qualidade e equilibrado, o golo solitário de Leandro valeu os 3 pontos para o Proença. Ocasiões de parte a parte, com a melhor da equipa do Fundão a surgir à passagem da meia hora com Gui Paula a ganhar posição em zona frontal mas a rematar à figura de Luís Pedro. Na resposta, o Proença aproveita uma falha da defensiva contrária, Tonys Silveira tira o cruzamento com a bola a sobrar para Elian Gamboa, que após corte de um defesa contrário, abriu o marcador para a equipa do Proença. Até final da primeira parte o Proença foi controlando a partida.

Na segunda parte, o Fundão entrou com vontade de anular a desvantagem no marcador. Conquistou uma mão cheia de cantos consecutivos e na origem de um deles quase fazia golo com a bola a não entrar quase por milagre. O Proença jogava em transição e o Fundão ia mandando no jogo . Numa das melhores jogadas o jogador fundanense Geraldes rematou à trave da baliza de Luís Pedro. Apesar da insistência da equipa da casa, o marcador não sofreu qualquer alteração e o Proença somou os 3 pontos da vitória. Diogo André no final da partida assumiu que, num jogo nem sempre bem jogado, o importante foi a vitória do querer, da atitude esperando que este resultado sirva de alavanca para os próximos jogos.

Na semana seguinte, para a 7ª jornada, o Proença recebeu o penúltimo classificado, Estrela do Zêzere, que a par do Silvares, são as únicas equipas que ainda não pontuaram esta época.

A equipa visitante até entrou bem e fez o primeiro golo do jogo logo aos 5 minutos, num cabeceamento ao 2º poste sem hipótese para Luís Pedro. Dois minutos depois, Elian restabelece a igualdade. Aos 17 minutos na transformação de uma grande penalidade novamente Elian coloca o Proença na frente do marcador. Aos 22 minutos, numa grande jogada de Elian Gamboa a servir o capitão Diogo André que só teve de encostar para fazer o 3-1. Com o desnorte da equipa adversária, os golos iam-se avolumando. A dupla João Henriques e Elian Gamboa entendia-se bem e aos 27 minutos João serve Alian para o 4-1. Quatro minutos depois invertem-se os papeis e desta vez foi João Henriques, assistido por Elian, a fazer o 5-1, resultado que perdurou até ao intervalo. Logo nos minutos iniciais da segunda parte Diogo André assiste Elian para o 6-1 que 11 minutos depois, aos 59, fez o seu 5º golo e o 7º para a equipa da casa. Na transformação de uma grande penalidade aos 62 minutos Tonys faz o 8º com João Henriques aos 72 e 80 a fazer o resultado final carimbando uma goleada por 10-1.

No final do jogo, Miguel farinha, sub-capitão do Proença, assume que os jogadores da sua equipa tornaram fácil o que começou difícil, com o golo madrugador do adversário. Esse é um aspeto a melhorar, pois à exceção do jogo com o Fundão, o Proença sofreu golos em todos os jogos. Miguel salienta que a tática implementada por Casquinha nesta partida surtiu efeito e que poderá trazer mais alegrias à ADC de Proença nos próximos jogos.

O Proença ocupa a 5ª posição em igualdade pontual com Vila Velha e Águias do Moradal, 3º e 4º classificados respetivamente.

Segue-se agora a deslocação a Belmonte e na 9ª jornada a receção ao 2º classificado Pedrógão de S. Pedro.

*Nuno Ribeiro/Rádio Condestável

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter