Sertã: apreensão de armas em processo de violência doméstica

Sertã: apreensão de armas em processo de violência doméstica

O Comando Territorial de Castelo Branco, através do através do Posto Territorial da Sertã, dia 11 de agosto, apreendeu diversas armas, através do cumprimento de um mandado de busca, no âmbito de um processo de violência doméstica, no concelho da Sertã.

Após diligências de investigação, os militares da Guarda apuraram que o suspeito um homem de 45 anos, já arguido neste processo de violência doméstica, exercia ameaças e violência verbal e psicológica, contra a vítima, sua ex-companheira de 49 anos. No decorrer da investigação foi possível apurar que o comportamento do suspeito se mantinha para com a vítima e a possível existência de armas na sua residência, tendo sido dado cumprimento a um mandado de busca, tendo sido apreendido o seguinte material:

  • Duas caçadeiras;
  • Duas carabinas de ar comprimido;
  • Um sabre;
  • Uma catana;
  • 29 munições de diversos calibres.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial da Sertã.

A GNR relembra que a violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva. Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe:

Para si... Sugerimos também...

Subscreva a nossa newsletter