Ranking Escolas 2021: Proença sobe e é agora a segunda melhor do distrito

Ranking Escolas 2021: Proença sobe e é agora a segunda melhor do distrito

Foi hoje conhecido o Ranking das escolas em relação ao ano 2021. A Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca, em Proença-a-Nova, que no ano passado ocupava o terceiro lugar a nível distrital, é agora a segunda melhor escola do distrito de Castelo Branco, apesar de ter diminuído a média em comparação com o ano anterior.

Os dados são divulgados pelo Ministério da Educação mas o Ranking é elaborado pela comunicação social, daí ser possível encontrar a mesma escola em lugares e com médias diferentes.

Segundo os dados divulgados pelo jornal “Expresso” a Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca está em segundo lugar, a nível distrital, com uma média de 12,16. Já pelo jornal “Público” Proença-a-Nova mantém a segundo posição com uma média de 12,32.

Ainda segundo os dados do jornal “Expresso” a Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca tem uma taxa de retenção de 6% no 12º ano, 0% no 11º ano e 5% no 10º ano, uma clara diminuição em comparação aos dados do ano passado. O mesmo jornal indica ainda que 17,60% dos alunos do 12º ano são alunos carenciados e 71,7% dos professores estão no quadro.

Além de Proença-a-Nova, os três lugares cimeiros da tabela são ocupados pela Escola Secundária Quinta das Palmeiras (Covilhã) que de acordo com ambos os jornais mantém o 1º lugar a nível distrital com uma média de 12,91 (jornal Público) e 12,58 (jornal Expresso). Já a Escola Secundária Nuno Álvares sobe para a terceira posição com uma média de 11,98, isto no jornal Público, enquanto que para o jornal Expresso a média de 11,88.

Concelho de Oleiros

Seguindo os dados, também fornecidos pelo jornal Expresso e jornal Público, a Escola Básica e Secundária Padre António de Andrade, em Oleiros, ocupa o 13º lugar (Jornal Público) e o 12º (Jornal Expresso), numa tabela de 15 escolas.

Para o jornal Expresso a escola Oleirense tem uma média de 9,73. Já para o jornal Público a média é de 10,01. Ambos os jornais indicam ainda que tanto no 12º e 11º ano a taxa de retenção é de 0% enquanto que no 10º ano é de 6%. 31,80% dos alunos do 12º ano são carenciados.

Dos professores a lecionar 48,7% são do quadro.

Concelho da Sertã

Se no ranking de 2020 a Escola Secundária da Sertã ocupava um dos lugares do pódio da tabela, no ranking de 2021 a escola sertaginense caiu para a 5º posição.

Segundo o jornal Expresso, a escola sertaginense tem uma média de 11,16 já no jornal Público a média é de 11,15. Quanto à taxa de retenção é de 6% no 12º ano; 2% no 11ºano e 5% no 10º ano. Na escola sertaginense 26,70% dos alunos do 12º ano são alunos carenciados e 82,4% dos professores a lecionar estão no quadro da escola.

Na Sertã, mas na vila de Cernache do Bonjardim, o IVS (Instituto Vaz Serra) ocupa no jornal Público a 15º posição como uma média de 8,55. Já no jornal Expresso a média é de 8,36 mantendo também a 15º posição.

Concelho de Vila de Rei

Pelo concelho de Vila de Rei, a Escola Básica do Centro de Portugal ocupa a 10ª posição no Jornal Expresso com a média de 10,18 e o 12º lugar no jornal Público com a média de 10,11.

No concelho Vilarregense a taxa de retenção é de 0% no 12ºano, 5% no 11º ano e 18% no 10ºano. 38,50% dos alunos do 12º ano são alunos carenciados e 64,5% dos professores estão no quadro escolar.

Tabela jornal “Expresso”
Tabela jornal “Público”

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter