“Quando vier o Paráclito”

 “Quando vier o Paráclito”

imagem retirada de https://www.editorasantuario.com.br

P. Luís Manuel Bairrada

A humanidade precisa de uma boa sacudidela do Espirito. “Quando vier o Espírito, Ele vos conduzirá à verdade plena. (cf Jo. 15, 26-27; 16, 12-15)

Jesus, na sua humidade, não pretende dizer tudo, ter a última palavra sobre tudo, mas fala da nossa relação com Deus, utilizando verbos conjugados no futuro: o Espírito virá, anunciará, guiará, falará.

O Espírito, como uma forte corrente, conduz a história da humanidade e a tua história no mar do futuro, rasga caminhos novos pelas montanhas, constrói pontes sobre as nossas distancias humanas…

Invocá-Lo, rezar-Lhe é como assomar-se à varanda do futuro para criar relações de eternidade.

Mas, o que é o Espírito Santo? Digamos: é Deus em liberdade, que sonha, inventa, abre, sacode, faz coisas que não esperas. Dá à jovem Maria de Nazaré um filho “fora de lei” e à velha Isabel um filho profeta e a nós torna-nos ventres do Espírito que dão carne e sangue e história à Palavra. Deus em liberdade, um vento que leva sementes onde Ele quer, que dispersa neblinas e a todos nos faz vento no seu Vento. Deus em liberdade, que não suporta estatísticas nem programas de cálculo. Os estudiosos procuram conhecer os “hábitos”, pensamentos e esquemas de Deus, e dizem: na Bíblia Deus age assim. Não acredites. Na vida e na Bíblia, Deus nunca segue esquemas pré-definidos ou respeita estatísticas.

Precisamos do Espírito. O mundo estagnado pela pandemia e medo de contágio, precisa d’Ele. A Igreja que tem dificuldade, por vezes, em sonhar, também precisa do Espírito Santo. É Ele que, com os seus dons, dá a cada cristão uma genialidade própria. E a humanidade precisa de discípulos geniais. Reconheço que, por vezes, é difícil sair do nosso cenáculo e do lamento estéril. E o Espírito vem, discreto e decidido, mais forte que o nosso desanimo, como vento que enche as velas da nossa vida e nos leva para mares nunca antes navegados.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter