Proença-a-Nova: Iniciados da ADCPN conquistam Taça AFCB

Proença-a-Nova: Iniciados da ADCPN conquistam Taça AFCB

Depois de conquistar o vice-campeonato distrital de Iniciados, a equipa da ADC de Proença-a-Nova conquistou no passado dia 4 de Junho a Taça da Associação de Futebol de Castelo Branco.

A competição iniciou-se com os Oitavos de final, a duas mãos, no confronto com a equipa do Alcains fora de casa, a 20 de novembro, entrando o Proença-a-Nova com o pé direito vencendo por 0-4 no Trigueiros de Aragão e na segunda mão no Sra. Das Neves por 4-1, seguindo em frente com um resultado acumulado de 8-1.

Os quartos de final também disputados a 2 mãos, os jovens proencenses defrontaram o Valongo, a 20 de fevereiro, vencendo a primeira mão em casa por 3-1 e em Castelo Branco empataram, a 12 de março, 0-0.

As meias-finais foram disputadas na zona de lazer de Castelo Branco, jogo apenas a uma mão, terminou com a vitória por 2-1 em 21 de maio frente ao Benfica e Castelo Branco.

A final da Taça, disputada a 4 de junho também na Zona de Lazer de Castelo Branco, foi disputada entre a equipa da ADC de Proença e a Estação, encontro que se antevia difícil frente à equipa que venceu o campeonato.

Esta época as duas equipas já se tinham defrontado 2 vezes para o campeonato. No primeiro confronto, no Sra. Das Neves, o encontro terminou com uma igualdade a 2 golos. Na segunda volta, a jogar em casa, a Estação venceu por 3-1.

Na primeira parte, desta final da Taça, não se assistiu a um jogo muito intenso. A estação entrou melhor. A equipa do Proença aparentou entrar um pouco nervosa na partida, não conseguindo assentar o seu jogo. Com alguma naturalidade a Estação chegou à vantagem, materializando as oportunidades de golo que tiveram, já no final da primeira parte por intermédio de Bernardo Silva.

À procura do prejuízo, na segunda parte, o Proença entra com outra atitude e rapidamente chegou ao empate com golo de Martim Branco na transformação de uma grande penalidade, logo no minuto 46. Aos 53 minutos, em lance idêntico, novamente Martim Branco concretizou a reviravolta no marcador colocando o Proença em vantagem. Aos 67 minutos, num lance iniciado numa bola colocada em profundidade para Afonso, na direita, faz um primeiro remate para defesa do guardião da Estação, no ressalto, serviu Martim que bateu para o fundo das redes fazendo 3-1. No último minuto do tempo regulamentar a Estação ainda reduziu a desvantagem com um golo de Nuno Santos, mas o resultado não sofreu mais nenhuma alteração terminando com a vitória do Proença por 3-2 conquistando a Taça.

A Equipa treinada por João Proença, tendo como adjunto Miguel Farinha, teve o seguinte 11 inicial: na baliza Eduardo Antunes, jogadores de campo, Francisco Santos, Tiago Vicente, António Cardoso, Pedro Martins, Martim Branco, Afonso Gonçalves, Nelson Mendes, Afonso Carmona, João Mendoça, Renato Delgado. Os suplentes Miguel Farinha, Guilherme Casquinha, Diogo Lourenço e Martim Costa.

Para o treinador João Proença, “este troféu é o culminar do trabalho da direção na aposta na formação, da coordenação que ajudou a montar o projeto que possibilitou que houvesse equipa de iniciados, dos jogadores e respetivos pais. É a melhor forma de celebrar a certificação de 3 estrelas de entidade formadora por parte da FPF.”

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter