Proença-a-Nova: Estafeta Escolar e Direitos Humanos de mãos dadas

Proença-a-Nova: Estafeta Escolar e Direitos Humanos de mãos dadas

Depois de dois anos de paragem devido à pandemia de COVID-19, o concelho recebeu a 15ª edição da Estafeta Escolar que se realizou a 8 de abril, naquele que foi o último dia de aulas antes da pausa escolar da Páscoa.

15 equipas e cerca de 150 alunos, 10 quilómetros e outras tantas etapas e quatro escalões (1º, 2º e 3º ciclos e secundário) foram alguns dos números que marcaram a presente edição.

“As equipas de todos os escalões precisaram de mais tempo para completar a prova do que os vencedores da XIV Estafeta Escolar, altura em que participaram 205 atletas e 22 equipas. Este ano realizou-se paralelamente a Estafeta pelos Direitos Humanos, atividade desenvolvida pelos alunos Afonso Cristóvão, Inês Lopes, Diana Serrano, Matilde Diniz e Rita Felício, do 11º A, numa parceria com o projeto “Endireita-te Humano”

revela a autarquia de Proença

O objetivo deste projeto é “promover uma cultura de direitos humanos e de liberdades fundamentais, contribuindo para a aquisição de conhecimentos, capacidades, valores e atitudes que permitem às crianças e aos jovens compreender, exercer e defender os Direitos Humanos, assumindo o respeito por estes como responsabilidade de todas as pessoas, em prol de um mundo de paz, justiça, liberdade e democracia”. Na prática, em cada um dos postos da Estafeta Escolar foi colocado um artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos; foram colocadas faixas alusivas ao projeto em alguns pontos do percurso e da meta: e os professores que colaboraram na iniciativa usaram t-shirts com referência a esses mesmos direitos. Também as medalhas receberam a inscrição “Projeto Endireita-te Humano”.

Durante a entrega de medalhas e diplomas, o vice-presidente do Município, João Manso, entregou ao diretor do Agrupamento de Escolas de Proença-a-Nova, João Paulo Cunha, uma lembrança com o agradecimento formal pela colaboração na organização da Estafeta Escolar ao longo destes 15 anos. Um agradecimento ainda aos Bombeiros Voluntários e GNR de Proença-a-Nova pelo apoio durante o percurso de forma a garantir a segurança de todos os participantes.

Na vertente competitiva, a equipa do secundário “Expressão de Humildade” foi a mais rápida a realizar o percurso, que tem início junto ao antigo edifício do Instituto de S. Tiago, em Sobreira Formosa, e fim no Pavilhão Municipal, tendo em conta a ameaça de chuva que não chegou a concretizar-se. Precisou de 41 minutos e 50 segundos, quase mais dois minutos do que a equipa que em 2019 venceu nesta categoria (com 40:36). “Speedy Turtles em Família” foi a primeira equipa do 3º Ciclo a completar a estafeta, registando 43 minutos e 54 segundos, mais 23 segundos do que a equipa que em 2019 conquistou o primeiro lugar. Também em 2019, a equipa do 2º ciclo foi mais rápida do que em 2022: este ano, os “Gloriosos da igualdade” utilizaram mais 38 segundos para completar as dez passagens de testemunho (50:25). Com 58 minutos e 38 segundos, a equipa “Família”, do primeiro ciclo, foi a primeira do pódio. À semelhança dos restantes escalões, precisaram de mais tempo do que os colegas que venceram em 2019 (54:37).

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter