Proença-a-Nova: BUPi já referenciou 34% do território

Proença-a-Nova: BUPi já referenciou 34% do território

Proença-a-Nova é o concelho com maior número de processos e matrizes georreferenciadas a nível nacional, tendo já registado 34% da área do concelho no âmbito do projeto BUPi – Balcão Único do Prédio, correspondente a 45 986 matrizes georreferenciadas desde a sua instalação.

Com atividade desde 2017, o BUPi é uma plataforma que permite mapear o território português de forma completamente gratuita, até agosto de 2023. Em Proença-a-Nova, o registo de terrenos teve em 2018 o ano com maior número de processos, tendo sido alcançada uma marca de 29 486 matrizes, número bem superior aos apresentados nos últimos quatro anos.

No ano de 2022 é expectável que o número de processos concluídos seja superior aos de 2019 e 2020, ainda que se encontre um nível abaixo do esperado, havendo ainda uma área considerável do território por referenciar. Caso pretenda fazer o seu registo, pode passar pela Conservatória do Registo Civil, Predial e Comercial para agendar a sua marcação. O Espaço BUPi está aberto e disponível de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 16h00, com atendimento na Conservatória do Registo Civil, Predial e Comercial às quintas-feiras.

Proença-a-Nova foi um dos concelhos pioneiros que esteve presente nos dez municípios integrantes do projeto-piloto. Na base do projeto, juntamente com Proença-a-Nova, estiveram os municípios de Alfândega da Fé, Caminha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penela e Sertã, entretanto difundido a 141 concelhos em todo o país, com 621 966 matrizes georreferenciadas acumuladas. Na génese da criação do projeto estiveram alicerces como o ordenamento do território, valorização de recursos, identificação dos proprietários e prevenção de incêndios.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter