Proença-a-Nova: AEAT faz parte da Rede Internacional de “Rotas Megalíticas”

Proença-a-Nova: AEAT faz parte da Rede Internacional de “Rotas Megalíticas”

A Associação de Estudos do Alto Tejo (AEAT), à qual o Município de Proença-a-Nova está associado, faz agora parte da “The European Route of Megalithic Culture”, mais conhecida como “Rede Internacional de Rotas Megalíticas”.

A AEAT torna-se assim na única entidade portuguesa a fazer parte desta rede, que tem como principal intenção dinamizar, divulgar e salvaguardar os monumentos megalíticos europeus.

Existe desde 2012 uma parceria entre a AEAT e o Município, que resulta na organização anual do Campo Arqueológico (CAPN), motivado pelo estudo, entre outros pontos de interesse no território, das sepulturas megalíticas existentes no concelho, com destaque para a, talvez, maior e melhor conservada anta no território da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB), o Cabeço da Anta.

salienta a autarquia de Proença em nota enviada

Recordar que a edição deste ano do CAPN irá decorrer de 4 a 30 de julho de 2022 e contempla escavações em três sítios arqueológicos, estando ainda abertas as inscrições. São aceites participantes a partir dos 18 anos, sem limite superior de idade, através de email para: altotejo@gmail.com ou isabelgaspar@cm-proencanova.pt.

Esta associação tem como atividade, desde há cerca de 50 anos, o estudo e a divulgação do património cultural, antropológico e ambiental de um território, abrangendo Proença-a-Nova e outros quatro municípios, integrantes CIMBB.

A associação frisa em comunicado que “além da investigação, tem-se investido na recuperação dos monumentos investigados e na sua valorização para usufruto da comunidade, sendo disso exemplos a anta do Cão do Ribeiro, situada em Proença-a-Nova e a anta de Cabeço d´Ante, situado no município de Vila Velha de Ródão”, estando ambas integrados em rotas pedestres.

Quanto à Rede Internacional da Rotas Megalíticas: foi fundada e reconhecida como uma associação internacional sem fins lucrativos a 19 de novembro de 2012, com o intuito de implementar atividades turísticas relacionadas com estas culturas.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter