Política: João Paulo Catarino já tomou posse e Secretaria de Estado fica em Castelo Branco

Política: João Paulo Catarino já tomou posse e Secretaria de Estado fica em Castelo Branco

João Paulo Catarino tomou ontem posse, no XXIII Governo Constitucional, como Secretário Estado da Conservação da Natureza e Florestas. A cerimónia teve lugar no Palácio Nacional da Ajuda, dois meses depois das legislativas de 30 de janeiro, que o PS venceu com maioria absoluta.

Segundo a Agência Lusa, a Secretaria de Estado da Conservação da Natureza e Florestas vai manter-se em Castelo Branco.

Segundo fonte do novo Ministério do Ambiente, a Secretaria de Estado da Conservação da Natureza e Florestas vai manter-se, nesta legislatura, no edifício do antigo Governo Civil de Castelo Branco.

refere a Lusa

No anterior mandato, João Paulo Catarino já estava instalado em Castelo Branco, no mesmo edifício, onde funcionava a Secretaria de Estado da Conservação da Natureza, Florestas e Ordenamento do Território. A mesma fonte adiantou ainda à Lusa que o objetivo passa pelo reforço do trabalho no antigo Palácio dos Viscondes de Portalegre, com a realização de, pelo menos uma vez por mês, reuniões de agenda.

Na cerimónia de Tomada de Posse, o Presidente da República avisou o primeiro-ministro, António Costa, que será difícil a sua substituição a meio da legislatura, defendendo que os portugueses “deram a maioria absoluta a um partido, mas também a um homem”.

“Agora que ganhou, e ganhou por quatro anos e meio, tenho a certeza de que vossa excelência sabe que não será politicamente fácil que esse rosto, essa cara que venceu de forma incontestável e notável as eleições possa ser substituída por outra a meio do caminho. Já não era fácil no dia 30 de janeiro, tornou-se ainda mais difícil depois do dia 24 de fevereiro”

referiu Marcelo Rebelo de Sousa

Em resposta António Costa considerou que a maioria absoluta do PS corresponde a responsabilidade absoluta de quem governa e que estabilidade não é sinónimo de imobilismo.

“A maioria absoluta corresponde a uma responsabilidade absoluta para quem governa. Os portugueses resolveram nas eleições a crise política e garantiram estabilidade até outubro de 2026. Estabilidade não é sinónimo de imobilismo, é sim, exigência de ambição e oportunidade de concretização”

declarou o líder do executivo

Salientar que Ana Abrunhosa, cabeça de lista do PS por Castelo Branco, tomou posse como Ministra da Coesão Territorial. No parlamento o distrito faz-se representar por Nuno Fazenda, Paula Reis e Tiago Monteiro do PS e Cláudia André do PSD.

O novo executivo empossado é composto por 17 ministros e 38 secretários de Estado e tem a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, como “número dois” na hierarquia governativa.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter