Ofício de defuntos no Peral

Ofício de defuntos no Peral

Cumpriu-se hoje o ofício de defuntos na paróquia de Peral em Proença-a-Nova. Na semana passada, tinha sido na paróquia de São Pedro do Esteval e, em Proença-a-Nova, no dia de finados, 2 de novembro.

Padres Luís Manuel, João e Cónego Lúcio

Por todo o Arciprestado da Sertã, neste mês de novembro, fazem-se os ofícios dos defuntos. Inspirados na Sagrada Escritura (Judas Macabeu ofereceu sacrifício pelos mortos: 2Mac 12,38-45) e na Tradição da Igreja, os ofícios são um momento de santificação pessoal e comunitária: pessoal, porque os fiéis têm a oportunidade de se confessar; comunitária, porque rezamos pelos defuntos que estão em purgatório e fazemos memória do sacrifício de Jesus na Cruz que nos perdoa os pecados e dos familiares e amigos que já partiram. O cântico dos salmos e dos hinos ajudam a revisitar os temas ligados à morte e à esperança na ressurreição. Rezamos o pecado que nos impede da vida eterna e as doenças/todos os sofrimentos que nos empurram para fora deste mundo. Buscamos a rocha firme que é Jesus, paz e esperança de todo o crente.

Hoje, no Peral, apesar da campanha da azeitona, a comunidade cristã reuniu-se para se encher da graça divina que, para todos, é proposta de salvação. A assembleia é maioritariamente sénior, mas são estes seniores que continuam a ser o pulmão orante da comunidade cristã.

A celebração foi solene e a entoação dos salmos foi feita com coração e de forma exemplar.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter