Mação: ANACOM apresentou estudo de qualidade

Mação: ANACOM apresentou estudo de qualidade

Teve lugar esta segunda-feira, 4 de julho de 2022, uma sessão se apresentação do estudo de qualidade de serviço das redes móveis da MEO, NOS e Vodafone, que a ANACOM realizou no Concelho, bem como a situação das redes fixas de alta velocidade e as suas perspetivas de desenvolvimento.

A sessão decorreu no Auditório do Centro Cultural Elvino Pereira, em Mação. A abertura da sessão foi feita pelo Presidente da C. M. Mação, Vasco Estrela e pelo Presidente da ANACOM, João Cadete de Matos.

A apresentação do estudo de qualidade das redes móveis foi feita por Vítor Rabuge, Diretor Geral de Supervisão da ANACOM. Teve ainda lugar uma apresentação sobre as redes fixas, por Ilda Matos, da ANACOM.

Estiveram presentes, entre outros, os Presidentes ou representantes de todas as Juntas de Freguesia.

O estudo foi feito no terreno, por técnicos da ANACOM, que percorreram vários percursos por todo o Concelho de Mação entre 30 de maio e 1 de junho de 2022. Foram testadas as 3 operadoras: MEO, NOS e Vodafone.

As conclusões sobre a qualidade de sinal mostram que:

  • A MEO tem uma qualidade má, muito má ou inexistente em 39,2% da amostra;
  • A NOS tem uma qualidade má, muito má ou inexistente em 57,8% da amostra;
  • A Vodafone tem uma qualidade má, muito má ou inexistente em 36,5% da amostra.
  • Em relação aos resultados de chamadas de voz, concluiu-se que 1 em cada 7 chamadas falha, ou seja, no nosso território, 14% de chamadas são falhadas. Em cada rede especificamente, os valores são: MEO: 11,7%; NOS: 25,9% e Vodafone: 4,6% de chamadas falhadas.
  • Foram ainda feitos testes de velocidade de Internet através da aplicação NETmede. Em relação à MEO24,4% dos testes tiveram anomalias; na NOS o valor de testes falhados ou com falhas parciais foi de 52,6% e na Vodafone o valor foi de 20,6%.
  • As conclusões dos testes não são muito diferentes daquilo que a população sente diariamente no nosso Concelho percebendo-se, como indicado acima que a média da qualidade de sinal é, em 44,5% dos casos inexistente, muito má ou má. Também os resultados do serviço de voz são pouco satisfatórios e o serviço de dados tem resultados de qualidade baixa/muito baixa.
  • Geograficamente, os piores desempenhos de voz e dados são na zona centro do Concelho, em diversas localidades da União de Freguesias, em Carvoeiro e Envendos. Já os melhores desempenos de voz e dados foram conseguidos nas zonas residenciais de Mação, Amêndoa, Penhascoso e Carvoeiro.
  • O estudo da ANACOM refere que, caso já existissem acordos de “Roaming Nacional” em Portugal – serviço que permite que os clientes de qualquer um dos operadores se possam conectar à rede de outro operador quando a qualidade de sinal do seu operador não é aceitável, teríamos uma cobertura agregada de mais qualidade no Concelho de Mação.

No final, o Presidente da ANACOM detalhou alguns aspetos e elucidou sobre a evolução prevista, tendo referido que o financiamento anterior para a instalação de fibra correu mal uma vez que não permite a utilização por todas as operadoras, como estava previsto no caderno de encargos, não permite a livre concorrência, como é o caso de Mação. Indicou que no novo financiamento tal não irá acontecer.

Das várias medidas e ações que se apresentam a curto/médio prazo há arreferir a entrada de 2 novas operadoras no nosso País, o que gerará mais concorrência e melhores preços.

Referiu a necessidade e a realidade que será o fim das fidelizações.

Das informações mais importantes na sessão foi a indicação de que no final de 2023 cada Freguesia terá que ter 75% da sua população coberta com 100 megabits. No final de 2025 este valor tem que atingir os 90%.

A jeito de resumo daquilo que foi transmitido, em 2023, 75% da população terá cobertura de rede.

Relativamente à fibra ótica, o compromisso que o Presidente da ANACOM deixou foi de que todas as casas terão fibra no final do concurso que se irá realizar não se tendo, contudo, comprometido com prazos.

Em tudo o que foi transmitido não podemos, infelizmente, esperar grandes melhorias face ao atual cenário, especialmente no que diz respeito à fibra ótica.

No que concerne à rede móvel existirão, a curto/médio prazo, melhorias na cobertura uma vez que estão em processo de licenciamento de estações de rádio comunicações em Aldeia de Eiras, Pereiro, bem como em concelhos limítrofes, nomeadamente Sardoal, o que ajudará a melhorar a cobertura no nosso Concelho em particular nas zonas de Queixoperra e Serra.

Da nossa parte continuaremos a envidar todos os esforços para alterar este panorama porque, como referiu o Presidente da Câmara, “ter hoje em dia acesso a boa rede de comunicação é tão ou mais importante do que ter acesso a boas vias de comunicação”.

*Município Mação (facebook)

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter