Há 60 anos começava a Guerra Colonial

Há 60 anos começava a Guerra Colonial

fotografia tirada em 15/10/1969 a Jovem Proencense

Foi a 4 de Fevereiro de 1961, há exatamente 60 anos, que se iniciou a Guerra que ficaria conhecida como “Guerra Colonial” com um ataque à prisão de São Paulo e a uma esquadra de polícia, ambas em Luanda, da qual resultaram sete policias mortos.

Ataque este reivindicado pelo Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) que contava com o apoio de potências mundiais como URSS e seus países satélites. A norte de Angola, seria a União dos Povos de Angola (UPA) que a partir do início de Março seguinte estenderia a sua ação armada com uma enorme barbárie sobre os colonos brancos e com os seus concidadãos que com estes trabalhavam, ataques estes da qual resultaram milhares de mortos.

Esta luta, que para os movimentos independentistas ficou conhecida como “Guerra de libertação” estender-se-ia nos anos seguintes à Guiné e a Moçambique, vindo a terminar no final de 1974 como consequência do 25 de Abril.

Neste período, raro foi o jovem que escapou à vida militar e a uma comissão de serviço em África de duração média de dois anos na qual sofreram todo o tipo de provações quer por ação direta da guerra quer por falta de condições de logística.

A fotografia é de um jovem Proençense e foi tirada em Moçambique na Serra de Mapé em 15/10/1969 e enviada como recordação para o seu irmão mais velho.

Edite Fernandes

Para si... Sugerimos também...

Subscreva a nossa newsletter