Distrito: ULS de Castelo Branco já realizou um milhão e meio de TAC’S em três décadas

Distrito: ULS de Castelo Branco já realizou um milhão e meio de TAC’S em três décadas

Na ocasião dos 30 anos da realização da primeira TAC no Hospital Amato Lusitano em Castelo Branco, a ULSCB informo que nas últimas três décadas “quase um milhão e meio de utentes já beneficiaram da TAC (Tomografia Axial Computorizada)”.

Inaugurado a 4 de Outubro de 1991 este foi o único aparelho existente para servir as populações do interior de Portugal, na área geográfica entre os concelhos de Elvas e Belmonte. Foi também o único aparelho existente em hospitais não centrais.

Ainda que em 1991 o uso desta tecnologia fosse ainda bastante limitada, logo no primeiro mês de funcionamento, foram feitos 30 exames de TAC no Hospital Amato Lusitano. Uma tendência que se viria a ajustar com um aumento considerável da utilização deste sistema de imagiologia que regista uma média aproximada de 40 mil exames por ano nesta unidade hospitalar.

refere a ULSCB numa nota enviada

Para celebrar os 30 anos de funcionamento, a Administração da ULSCB assinalou a data com uma pequena cerimónia, na Sala de Sessões, na qual foi feito um pequeno balanço e convidado o primeiro paciente que, em 1991, usufruiu da nova tecnologia.

Na altura, com 36 anos, o beneficiário, Manuel Cardoso, testemunhou a importância que teve para o seu bem-estar o aparelho de TAC. Devido a um quisto hidático, a possibilidade de acesso a este exame viria a proporcionar-lhe um tratamento, mais direcionado e eficaz.

Durante a cerimónia comemorativa esteve presente o Conselho de Administração da ULSCB que se congratulou com a celebração, tendo o seu Presidente, José Nunes, reforçado a “aposta que se pretende cada vez maior nas novas tecnologias como forma de melhor servir os utentes”.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter