Desporto: Recorde nacional na Backyard Ultra foi batido em Proença

Desporto: Recorde nacional na Backyard Ultra foi batido em Proença

O recorde nacional em Backyard’s Ultra foi ultrapassado em Proença-a-Nova, na qualificação para o Mundial, que decorreu este sábado, dia 15 de outubro. O recorde foi batido pela 01h00 de segunda-feira, 36 horas depois do arranque inicial da prova, quando Hugo Alves, o último resistente luso parou de correr.

Os quinze melhores atletas deslocaram-se até ao circuito criado junto à pista das Moitas para decidir quem iria representar Portugal no Campeonato do Mundo, a disputar nos Estados Unidos da América.

Esta prova, com início marcado para as 13h00 por se ter realizado em 38 países em simultâneo, registou nova marca para o ‘ultramaratonismo’ português, que assegurou o 18º lugar naquela que foi a primeira participação de sempre do país.

refere a autarquia em nota enviada

Paulo Garcia organizador da prova em Proença-a-Nova, afirma que esta experiência “tem de ser considerada como muito positiva. Ficámos à frente de países como Áustria, Brasil, África do Sul, que são países muito maiores do que Portugal”.

Além do Recorde Nacional, agora estipulado nas 36 horas de corrida, foi também alcançado o Recorde Mundial, neste momento fixado nas 101 horas, que corresponde a um total de 670 quilómetros no espaço de mais de quatro dias de corrida, pelos belgas Ivo Steyaert e Merijn Geerts.

Sérgio Catarino, atleta proencense que também participou nesta Backyard, cedeu ao cansaço e acabou por parar na 18ª volta.

Esta prova, com realização conjunta e simultânea em 38 países, foi organizada em Proença-a-Nova com o trabalho conjunto da empresa Horizontes – Turismo Desportivo em parceria com o Município de Proença-a-Nova.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter