Cosmologia

Cosmologia

Com o auxílio do Interferómetro do Very Large Telescope (VLTI) do Observatório Europeu do Sul (ESO), foi observada uma nuvem de poeira cósmica no centro da galáxia Messier 77, no seio da qual se encontra um buraco negro supermassivo. A descoberta confirmou previsões feitas há cerca de 30 anos atrás e dá aos astrónomos novas pistas sobre os “núcleos ativos de galáxias”, objetos cósmicos que se situam entre os mais brilhantes e enigmáticos que existem no Universo

Luís Monteiro, Médico

O que é a matéria escura? Quais são as leis da física que explicam os primeiros instantes do nosso universo? Existe apenas um ou múltiplos universos?

Estas e outras questões figuram na obra “O pequeno livro de Cosmologia” da editora Gradiva, escrito por um dos maiores cosmológicos mundiais, Lyman Page.

Os curtos capítulos da obra incluem os fundamentos, a composição e evolução do cosmos, a radiação de fundo de microondas e o célebre “Modelo Padrão da Cosmologia”.

O estilo do texto é didático e auxiliado pelas ilustrações, das quais destaco uma imagem designada de “enxame de bala“ repleta de galáxias e onde se consegue perceber a presença de matéria escura.

E assim que Page ajuda o leitor a compreender os conceitos básicos da física e a interpretar as últimas descobertas.

Sabemos hoje bem mais do que há algumas décadas pois temos ao nosso dispor formas mais rigorosas de medir, por exemplo, o fundo cósmico de microondas.

Desta forma conseguimos com mais certeza descrever a idade, o tamanho e a geometria do nosso Universo, bem como a velocidade da sua expansão.

O livro encerra com o capítulo “As fronteiras da cosmologia”. Nele o cientista descreve as áreas de investigação mais promissoras que vão desde o estudo da massa de neutrinos até à busca de enxame de galáxias, passando pelas ondas gravitacionais. Há portanto muito por descobrir.

Mas o mistério que persiste no nosso cosmos não é desanimador. Pelo contrário, é força motriz para desenvolvermos novos instrumentos de medição e teorias ainda mais profundas e unificadoras.

As perguntas que iniciaram este texto não têm ainda resposta. Mas continuemos atentos ao trabalho de Page e de muitos outros.

Amanhã saberemos mais.

*Luís Monteiro (Médico)

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter