Como ser líder?*

Como ser líder?*

” Não voes como ave de capoeira, quando podes subir como as águias”

Maria Susana Mexias

A liderança a que me vou referir não é a ideia comum de líder, de elite, de pompa ou sentimento de superioridade, mas sim a nobreza do caracter, sendo que é este a essência da liderança.

Os escândalos empresariais a que vamos sucessivamente assistindo, clamam por uma intervenção de revisão da ética profissional. Todos sabemos que algo não está bem, mas persistir nos mesmos erros, revela uma enorme falta de caracter.

As Virtudes foram um tema de predilecção da Filosofia da antiga Grécia, nomeadamente em Platão e Aristóteles, aos quais a Filosofia Medieval procurou dar continuidade com um maior envolvimento cristão.

Porém, Alexandre Havard, teve o mérito de ser o fundador do sistema Virtuous Leadership, que assenta numa determinada  sistematização das ideias definindo a noção de liderança a partir das virtudes da  magnanimidade e da humildade. A esta visão única e diferente estão subjacentes a formação do caracter.

A liderança tem como base o caracter, que não nasce connosco, exigindo de nós a sua formação, podendo modificá-lo, modelá-lo e fortalecê-lo com a prática dos bons hábitos, repetindo as acções virtuosas, que dão força e estabilidade à personalidade, orientando para uma liderança de excelência, ou para uma má liderança, pela repetição de maus hábitos que conduzem ao vício, pela ausência de virtudes.

Sabemos também que as virtudes são qualidades da inteligência, da vontade e do coração. São uma força dinâmica que praticada habitualmente, melhora progressivamente a capacidade de agir. Não são de todo um substituto da competência profissional, mas algo mais que faz parte dela e a completa.

Como a liderança é uma questão de virtudes e a virtude é um hábito adquirido pela prática, temos de concluir que ninguém nasce líder, mas chega a líder mediante o treino para a atingir.

Todos os Homens podem ser lideres, nenhuma pessoa está excluída, porém, o primeiro passo a dar, é agir com magnanimidade, grandeza de alma, confiança nas potencialidades da natureza humana, sem atitudes utilitaristas, medíocres e egoístas. Também a humildade e o hábito de viver na Verdade, com os outros e consigo mesmo, têm de incorporar este percurso interior, orientado para a excelência. Liderar é uma atitude de serviço à família, aos amigos, aos colegas e clientes, à sociedade e à humanidade inteira, é um desejo de se dar incondicionalmente.

Um líder é sempre um sonhador, os pais terão sonhos sobre os filhos, os professores sobre os alunos, os directores sobre os seus funcionários e os políticos terão sonhos e não ideologias fantasmagóricas sobre os cidadãos.

Os líderes exigem sempre o máximo esforço. Despertam capacidades, competências e recursos, orientam e apoiam, exigindo que cada um desenvolva ao máximo o seu potencial, respeitando a pessoa e o profissional. “ Se tratarmos as pessoas como são, torná-las-emos piores, mas se as tratarmos como deveriam ser, guiá-las-emos para onde deveriam estar”. Johann Wolfgang von Goethe

Face a uma crise global que se abateu sobre o nosso mundo, se apresenta com várias faces e parece não se antever uma solução viável, urge reflectir sobre as suas origens, constatando que tem como centralidade uma grave crise moral com projecção na sociedade, na família, na economia, na política, e em toda a humanidade.

O segredo está no retorno às virtudes como base de uma boa liderança, num fazer-se “Pessoa” na sua globalidade, com uma visão abrangente, magnânima e humilde, reconhecendo que viver para liderar implica crescer no bem, aperfeiçoando-se a si e aos outros. Em sintonia com a prática das restantes virtudes, como a prudência, a fortaleza, o autodomínio ou a justiça que são a plataforma para um líder poder e saber pensar, agir, motivar e liderar promovendo hábitos estáveis que dão unidade, coerência e coesão ao pensar e agir com dignidade e rumo ao sucesso.

O temperamento não se muda, mas o caracter forja-se e com ele reconstruiremos a malha social danificada. Querer é poder, um líder quer, luta, cresce, arrasta os outros e crê na força da união de todos em prol da conquista de mais e melhor.

*Texto inspirado no livro “Virtuous Leadership”- a arte de bem liderar, de ALEXANDRE HAVARD

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter