CIMBB: Beira Baixa recupera linhas de água

 CIMBB: Beira Baixa recupera linhas de água

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) iniciou o processo de recuperação de linhas de água e galerias ripícolas na área territorial desta Comunidade Intermunicipal.  “Os trabalhos, já iniciados, visam a requalificação de algumas linhas de água, numa extensão previamente definida, no território da Beira Baixa”, afirma a CIMBB numa nota enviada à comunicação social

As linhas de água intervencionadas, nesta fase, são:

  • a Ribeira de Almaceda (Castelo Branco);
  • o Rio Ponsul (Idanha-a-Nova);
  • a Ribeira da Roda (Oleiros);
  • a Ribeira da Bazágueda (Penamacor);
  • o Rio Ocreza (Proença-a-Nova);
  • a Ribeira do Enxarrique (Vila Velha de Ródão).

A limpeza selectiva, a desobstrução dos leitos, e a estabilização das margens irão contribuir para restaurar a capacidade de escoamento de águas, aumentar a capacidade de resiliência às alterações climáticas, valorizando os Recursos Hídricos da Beira Baixa e o seu papel como motor da competitividade e sustentabilidade da região. A vulnerabilidade aos impactos das alterações climáticas no território da Beira Baixa será menor, sobretudo ao nível de prevenção de cheias e inundações, salvaguardando a saúde e segurança de pessoas e bens, na agricultura e noutras áreas.

salienta a CIMBB em nota enviada à comunicação social

Este projeto da CIMBB “além de garantir a concretização dos objetivos e metas de adaptação às alterações climáticas definidas nos instrumentos de gestão territorial, constitui um importante contributo para maximizar as funções ambientais e sociais proporcionadas pela linhas de água em processo de intervenção, nomeadamente no que diz respeito à qualidade da água e à melhoria da biodiversidade, um exemplo que pode ser replicável à escala local, regional e nacional”.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter