Assembleia da Santa Casa

Assembleia da Santa Casa

Decorreu nas instalações do jardim de infância o Cortiço, a Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova.

Pelas 19h30, a Assembleia Geral teve início com apenas vinte pessoas devido às pandemia. A vice presidente da mesa da assembleia geral presidiu à oração inicial. Depois o vice provedor José Carlos leu a mensagem do provedor José Pereira Bairrada, que está hospitalizado.

Na mensagem, o provedor disse

louvo e admiro a coragem, o saber, o empenho, numa palavra, o amor com que todos, em particular os trabalhadores desta Santa Casa (…) cuidais dos nossos idosos e das nossas crianças. Elas e eles merecem. Estamos atravessar tempos difíceis.

Citando Blaise Pascal, José Pereira Bairrada desafiou a fazer a melhor aposta e convidou a meditar na parábola do Bom Samaritano para cada um levar a cabo a sua missão.

O capelão padre Virgílio comentou a parábola evocada afirmando que, em tempos de Covid, o aproximarmo-nos do nosso próximo, traz-nos hoje novos desafios: o meu próximo é quem eu me aproximo em segurança, idosos, crianças, famílias, colegas de trabalho e quem se aproxima de nós. Discernir as aproximações são desafio de cada um e de todos.

A directora técnica Andreia Martins apresentou o plano de atividades para 2021 que está marcado pela presença da Covid. A formação, os cuidados de higiene dos colaboradores e utentes, o recrutamento de novos colaboradores, a utilização de novos espaços da instituição para colocar utentes, testagens de colaboradores são prioridades para os próximos tempos.

O enfermeiro chefe, Paulo Rocha, veio desmitificar os medos de contágio por parte dos colaboradores. Lamenta que a parte da fisioterapia e animação tenham sido suspensos porque são parte importante no cuidado dos nossos utentes. Afirma que os colaboradores cumprem rigorosamente as normas de higiene estabelecidas e tem resultado bem. Quando há alguma indicação que poderá existir algum elo de ligação com algum caso Covid positivo são bloqueados os acessos à instituição. Os utentes que vão a consultas ou manifestam sintomas ficam imediatamente em isolamento. Precisamos, disse, de mais espaços que possibilitem cuidados neste tempo pandémico.

A directora do Cortiço, Sandra Pires, falou da adaptação do plano de actividades ao tempo de pandemia. A creche e o jardim de infância têm boas perspectivas de crescimento durante o ano 2021. Há dificuldade imposta pelo Covid face à disponibilidade de colaboradores. As aprendizagens que eram feitas no exterior da instituição ou no contacto com outras crianças da instituição e as festas estão canceladas empobrecendo a aprendizagem relacional, afectiva, natural, social.

Os responsáveis dos diversos sectores da Santa Casa referem que para os cuidado de higiene nunca faltou material para prevenir contágios.

Há adaptações, há mudanças para cumprirmos com o essencial na nossa missão.

O vice provedor apresentou o orçamento para 2021 de dois milhões de euros e informou que já foi feita em Outubro a candidatura ao programa PARES para o novo lar. O Município de Proença-a-Nova está a construir acessibilidades que já favorecem a construção do novo lar. Quanto ao orçamento, o conselho fiscal, apesar das dificuldades do tempo presente e da instituição, deram um parecer favorável a este orçamento lembrando que este orçamento é um desafio de gestão a todos os intervenientes na Santa Casa.

Para si... Sugerimos também...

Subscreva a nossa newsletter