Vila de Rei/covid-19: Condicionantes nos Serviços Municipais alargadas

Vila de Rei/covid-19: Condicionantes nos Serviços Municipais alargadas

Face ao evoluir da pandemia no território nacional e no Concelho de Vila de Rei, o Município Vilarregense vai prolongar as suas medidas condicionantes no acesso aos Serviços Municipais, até ao próximo dia 16 de janeiro.

“Com o evoluir da situação pandémica, quer no território nacional quer no nosso Concelho, é de extrema importância que redobremos todos os cuidados. Vamos manter-nos seguros, cumprindo todas as recomendações conhecidas por parte da Direção-Geral de Saúde e, com isso, evitar a propagação do vírus e salvaguardar a saúde pública.”

alerta Ricardo Aires, Presidente do Município de Vila de Rei

Desta forma, as infraestruturas desportivas e culturais do Município (Complexo de Piscinas, Ginásio Municipal, Museu Municipal, Museu do Fogo e da Resina e Biblioteca Municipal José Cardoso Pires) vão continuar fechadas ao público até 16 de janeiro. O Museu de Geodesia e o Posto de Informação continuam a ser os únicos espaços de apoio abertos ao público, funcionando das 10h00 às 15h30.

Por outro lado, o atendimento nos balcões da Câmara Municipal de Vila de Rei continua a funcionar em regime alargado, com horário das 09h00 às 13h30 e das 14h00 às 17h00. Todo este serviço funciona apenas sob marcação prévia, através do número de telefone 274 890 010.

Os serviços prestados pelo Julgados de Paz encontram-se também disponíveis apenas por marcação, que deve ser realizada através do número 274 898 117, e com um horário de atendimento ao público das 10h às 12h30 e das 14h às 17h.

O Agrupamento de Escolas de Vila de Rei (Ensino Primário, Básico, Secundário, Jardim-de-Infância e Creche Municipal) reabre esta segunda-feira, 10 de janeiro. Com esta reabertura, também os Transportes Escolares vão reentrar em funcionamento.

A unidade móvel ‘Esperança Porta-a-Porta’ continuará a prestar um apoio individualizado a todos os munícipes que necessitem, nomeadamente no apoio à aquisição de bens de primeira necessidade e/ou medicamentos a cidadãos que se encontrem em situação de isolamento ou infetados pelo vírus do Sars-Cov-2.

O Transporte da Comunidade vai manter-se em funcionamento nos mesmos moldes que estavam já a ser praticados, nomeadamente no que diz respeito a horários e lotações máximas.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter