Sertã: Mulher de 64 anos constituída arguida por furto em residência

Sertã: Mulher de 64 anos constituída arguida por furto em residência

Uma mulher de 64 anos foi hoje, 26 de janeiro, constituída arguida, pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Sertã, por furto em residência, no concelho da Sertã. A informação é avançada em nota de imprensa pelo Comando Territorial da GNR de Castelo Branco

No seguimento de uma denúncia por furto em residência com arrombamento que teve lugar em dezembro de 2020, os militares da Guarda deram cumprimento a seis mandados de busca, três domiciliárias e três em veículos

informa a GNR

As buscas culminaram na recuperação e na apreensão de 11 libras em ouro; dois anéis em prata; uma pulseira de ouro e um alfinete em ouro.

A GNR informa ainda que “foram ainda identificadas duas mulheres de 37 e 40 anos e um homem de 37 anos.” Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial da Sertã.

A ação contou com o reforço do Posto Territorial da Sertã, do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Castelo Branco e Idanha-a-Nova, do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da Sertã e da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) da Sertã.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter