Sertã: Comunidade reage ao falecimento do Padre Miguel

Sertã: Comunidade reage ao falecimento do Padre Miguel

Foto: Facebook Manuel Dias

Foto: Freguesia do Cabeçudo

Faleceu na passada segunda-feira, dia 11 de abril, o Padre Miguel Farinha. Conhecido sacerdote do concelho sertaginense. Natural da localidade de Fonte Fria, Freguesia do Troviscal, o Padre Miguel nasceu a 23/05/1942 (79 anos) e foi ordenado sacerdote a 09/07/1967.

Além do serviço pastoral, o sacerdote foi ainda professor de Educação Moral Religiosa e Católica tendo também uma forte ligação a várias instituições do concelho.

Desde o momento que se soube do seu falecimento que toda a comunidade sertaginense tem manifestado publicamente o seu pesar.

Nas redes socias, a Freguesia do Cabeçudo, onde foi pároco, o Padre Miguel foi descrito como uma pessoas estimada “por todos, personalidade ímpar, que deixa um legado de dedicação e um profundo marco na história da nossa freguesia!”

Uma pessoa especial como o Padre Miguel nunca será esquecida. Mesmo que o tempo passe, a dor da sua perda persistirá para sempre na nossa comunidade, e é como um vazio que fica, e que nada na freguesia será capaz de preencher.

refere a Presidente da Junta na mensagem de condolências

Também a Freguesia do Carvalhal, outra das localidades por onde foi sacerdote, recorda o Padre Miguel como “um homem muito à frente no seu tempo, ativo e preocupado com as suas pessoas”.

O Padre Miguel foi um excelente ser humano, extremamente ativo e interessado no desenvolvimento das populações onde celebrava eucaristia e estava sempre pronto a ajudar.

refere a freguesia nas redes sociais

Manuel Dias, Presidente da Junta de Freguesia de Pedrógão Pequeno, e Presidente da Direção da Filarmónica Aurora Pedroguense, recordou também o sacerdote que foi Pároco de Pedrogão Pequeno entre Outubro de 1988 e 2010 e Presidente da Filarmónica de 22 de Janeiro de 1989 e 12 de Janeiro de 1992.

Recordo um homem lutador que deixou a sua marca nesta terra sempre muito activo. Recordo a maneira como interagiu com os jovens daquele tempo. A ele devemos a equipe de futebol de salão que durante muitos anos participou nos torneios Luís Gouveia, o grupo de jovens, as Janeiras da “era moderna”… e muito mais.

recorda o autarca Manuel Dias

Cláudia André, deputada na Assembleia da República e ex-vereadora da Câmara da Sertã, recordou o sacerdote como o homem que “marcou a minha geração”.

Ainda criança o Sr. Padre Miguel entrava nas brincadeiras de rua connosco quando nos encontrava em bando a jogar e a brincar, depois acompanhou-nos na catequese, na escola e pela vida fora. Foi o Sr. Padre Miguel que nos casou, era ele que nos conhecia desde crianças, só ele fazia sentido para aquele momento. Hoje é um dia muito triste, mas o Sr. Padre Miguel nunca será esquecido por esta geração, sobretudo pela sua humildade, simplicidade e bondade.

recorda a parlamentar

Sócio número 98 do Sertanense Futebol Clube, a direção considera o sacerdote como “a pessoa mais relevante para o Sertanense na década de 80.”

O trabalho que desenvolveu nas camadas jovens, a quem dava todo o seu apoio, sacrificando quase sempre os seus tempos livres, deixou marcas para o futuro. Além do inestimável serviço prestado nas camadas jovens, o Padre Miguel foi ainda Presidente da direcção Sertanense em 1979.

recorda o clube

Ainda no campo do desporto a Associação Cultural Recreativa e Desportiva do Cabeçudo recordou o seu Sócio Fundador n°2 .

Foto: Associação Cultural Recreativa e Desportiva do Cabeçudo

O Padre Miguel Farinha foi um excelente ser humano. Um ser humano de grandes valores como a sua humildade, destreza, determinação e ambição que só parava quando a obra estava pronta. Obra essa que está à vista de todos como o nosso campo de futebol, campo esse que conta com o seu nome e de que tanto a nós como a ele nos enche de orgulho. Tudo faremos para continuar o seu legado, seguindo ao máximo os seus valores.

afrima a A.C.R.D Cabeçudo

Além destas manifestações de pesar são muitas as pessoas do concelho que têm manifestado nas redes sociais o seu pesar ao mesmo tempo que recordam momentos vividos com o Padre Miguel Farinha.

Salientar que até ao momento ainda não são conhecidos os detalhes das celebrações fúnebres.

Para si... Sugerimos também...

1 Comentário

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter