Proença vende cara a derrota

 Proença vende cara a derrota

Face ao adiamento do jogo da 5ª jornada com o Belmonte, e do Vila Velha de Ródão na jornada anterior, desde 18 de Outubro que o Proença não competia.

A 6ª jornada disputou-se no passado domingo, 22 de Novembro, frente ao líder destacado do campeonato, o Idanhense, que entrava para esta jornada com 4 vitórias em outros tantos jogos, 12 golos marcados e apenas um sofrido.

Coube ao Proença a primeira oportunidade do jogo, por intermédio de Embaló, no entanto, mais eficaz o Idanhense aos 11 minutos adiantava-se no marcador. Ainda antes da meia hora de jogo a equipa forasteira podia ter dilatado a vantagem no marcador, mas à passagem dos 30 minutos de jogo após canto do lado direito, surge de rompante o capitão Pedro Sousa a cabecear para o fundo da baliza e a fazer o golo do empate.

Três minutos volvidos, Miguel Lourenço remata à entrada da área com a bola a embater com estrondo na trave da baliza raiana e caprichosamente a não entrar. Em cima do minuto 45, praticamente a papel químico, com os mesmos intervenientes, mas desta vez, num remate de primeira, Sousa faz o 2-1 para o Proença.

Substituições efetuadas nos primeiros minutos da segunda parte e um assumir mais da iniciativa de jogo por parte do Idanhense, produziu efeitos aos 67 minutos com Dany Ribeiro a fazer a igualdade e no minuto seguinte, o mesmo jogador, consuma a reviravolta no resultado. Aos 72 minutos Dany Ribeiro faz o seu 3º golo colocando o resultado em 2-4.

Não baixaram a cabeça os comandados de Fernando Casquinha e a 9 minutos do fim reduzem para 3-4 com um golo de Miguel Lourenço dando uma emoção aos minutos finais da partida. Os últimos minutos mostraram um Proença à procura do golo do empate, mas o marcador não sofreu qualquer alteração até final terminando com o líder de campeonato a ganhar pela margem mínima.

Casquinha, treinador do Proença, assumiu que este foi o melhor jogo da equipa esta época, felicitando os seus jogadores pelo seu desempenho e pelo crescimento de jogo para jogo.

* Nuno Ribeiro / Rádio Condestável

Subscreva a nossa newsletter