Proença-a-Nova: Torre de Vigia da Serra das Talhadas inaugurada

Proença-a-Nova: Torre de Vigia da Serra das Talhadas inaugurada

Foi ontem, 13 de junho, feriado municipal de Proença-a-Nova, inaugurada a Torre de Vigia da Serra das Talhadas.

Projetada pelo conhecido arquiteto Siza Vieira, a torre terá agora uma função dupla. Além da função de vigilância da floresta durante o período da época de incêndios, pretende ainda abranger uma versão mais turística tendo em conta que no local é possível uma vista de 360º graus sobre o concelho de Proença-a-Nova e os municípios vizinhos.

Na impossibilidade de estar presente, Siza Vieira fez-se representar pela arquiteta, Rita Amaral, que deixou a perspetiva da obra por parte do conhecido arquiteto.

“A torre de observação e vigia na serra das talhadas foi um trabalho que envolveu arquitetos e engenheiros. O projeto bem detalhado foi executado em oficina com rigor e montado no local pela serralharia.”

começou por explicar Rita Amaral

Ainda segundo a arquiteta “os maciços onde se apoia foram reconstruídos com estabilidade reforçada no lugar dos existentes para não afetarem a envolvente rochosa. As plataformas em diferentes quotas transparentes permitem observar a totalidade da paisagem. No topo sobe a cabine de vigia painéis solares horizontais e invisíveis fazem o abastecimento de energia sem qualquer impacto visual sobe a referida paisagem”, adiantou ainda.

A obra que teve de ser inaugurada de forma a garantir “a abertura e o funcionamento da torre nesta época já chegada de incêndios” tem ainda segundo a arquiteta Rita Amaral alguns “ajustamentos a fazer na base de forma a melhorar as quotas de acesso diferentes deste projeto”.

Já João Lobo, presidente da autarquia proencense, deu destaque a uma das primeiras conversas que trocou com Siza Vieira.

“Não quer dizer que ele não quisesse fazer mas tinha estado envolto com outros projetos e o que eu lhe disse foi «oh senhor arquiteto com o reconhecimento que todos temos seu, que o mundo tem sobre a sua obra, não ter uma obra no interior do seu país era uma mancha que ficava no seu currículo» ele riu-se e disse «assim então teremos que a fazer» e ela aqui está”

assinalou João Lobo

O autarca destacou ainda o trabalho do engenheiro Adélio Gomes que permitiu chegar ao contacto com Siza Vieira.

Sobre a Torre de Vigia, João Paulo Catarino, Presidente da Assembleia Municipal e Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, classificou esta obra como uma “obra de futuro”.

“É transformar um posto de vigia num marco arquitetónico e num novo destino turístico. Passou a existir uma escultura de um dos maiores arquitetos do mundo num dos sítios mais lindos do mundo. É por isto que o interior do país também tem futuro”, salientou João Paulo Catarino.

A Serra das Talhadas, local onde esta torre se encontra, conta também, segundo João Lobo, com uma “Via Ferrata que será a maior de Portugal, os trilhos da Crista da Serra, os trilhos de água e a placa para o parapente. Tudo possibilidades permitidas pela geomorfologia desta serra”.

O valor de investimento total na requalificação da Serra das Talhadas foi de 625 mil euros, 250 mil dos quais financiados pelo Turismo de Portugal no âmbito de uma candidatura apresentada e aprovada ao Programa Valorizar que promove a qualificação do destino turístico.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter