Oleiros: “Empreendedorismo no Feminino” foi tema de encontro no dia da Mulher

 Oleiros: “Empreendedorismo no Feminino” foi tema de encontro no dia da Mulher

A presidente da Associação Empresarial da Beira Baixa (AEBB), Ana Palmeiro, defendeu ontem em Oleiros uma discriminação positiva para as mulheres em apoios ao empreendedorismo. A ideia foi deixada num encontro sobre “Empreendedorismo no Feminino em Oleiros”, organizado pelo município no Dia Internacional da Mulher, a 8 de março.

“Deveria existir uma discriminação positiva na atribuição de apoios às mulheres que pretendam criar uma empresa ou um negócio em regiões do interior, porque isso dá um incentivo”

referiu Ana Palmeiro

Neste encontro, com a primeira dirigente feminina na história daquela associação, a Casa da Cultura encheu-se, ao final do dia, com uma plateia feminina de vários setores económicos do concelho e terminou com troca de ideias e de experiências.

Ana Palmeiro falou na importância de os “direitos das mulheres serem cada vez mais partilhados” e na importância de a educação dos filhos ter essa questão presente. “A ideia de que a mulher tem de ter a seu encargo a tarefa da casa e da educação, felizmente está a mudar porque muitas têm ao seu lado o namorado ou o marido partilham tarefas na gestão do dia-a-dia”. Da mesma forma, “aquelas que optam por estar dedicadas ao lar não podem ser discriminadas e é uma pena que essa profissão não seja reconhecida, porque também é um contributo para a sociedade”.

A empresária, mãe, dirigente associativa e professora universitária, considera que o grande desafio dos próximos anos “é ainda questão da diferença salarial”, apontou. Questão que já tinha sido abordada na abertura do encontro pelo vice-presidente da Câmara de Oleiros, Miguel Marques. O autarca recordou ainda a existência de um Gabinete do Empreendedorismo na Câmara de Oleiros.

“O desafio que vos lanço é que não tenham medo, arrisquem e o município cá estará para vos ajudar. Queremos que invistam no nosso concelho. Este é um dos nossos principais vetores da ação política, no sentido de atrair mais riqueza e desenvolvimento económico.”

afirmou Miguel Marques

Por sugestão do vice-presidente, foram também recordadas as mulheres ucranianas que estão a fugir da guerra com os seus filhos, com uma simbólica salva de palmas.

Recorde-se que nos órgãos sociais da AEBB, duas empresárias de Oleiros são vice-presidentes: Amélia Ribeiro, da Pirotecnia Oleirense, e Paula Afonso Luís, da José Afonso e Filhos.

Na nota enviada à comunicação social, a autarquia faz saber que a iniciativa pioneira “revelou-se bastante enriquecedora e um estímulo para tantas empreendedoras que compareceram neste encontro”.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter