Núcleo de Juventude: Dedicação batida pela margem mínima

Núcleo de Juventude: Dedicação batida pela margem mínima

No arranque do ano de 2022, as equipas de Futsal do Núcleo de Juventude registaram duas exibições positivas, em que foi notória a entrega dos atletas, não impedindo, no entanto duas derrotas pela margem mínima.

Ao segundo dia do ano, foram as Seniores Femininas a entrar em campo para disputar a 3ª eliminatória da Taça de Portugal, frente ao GD Ilha, de Pombal. A jogar em casa, as proencenses realizaram uma primeira parte no seu melhor nível da presente época, abrindo o marcador e liderando até ao 3-1, com belas jogadas e várias oportunidades criadas. Perto do intervalo, a formação da AF Leiria conseguiu reduzir para 3-2 e as equipas foram para o descanso com um resultado que pecava por escasso. A história do segundo tempo foi diferente, com a equipa do Núcleo a sentir mais dificuldades para criar perigo, não perdendo, ainda assim, a sua organização, com o 3-3 a chegar numa bola parada. Perto do final, um erro num canto ofensivo das visitadas viu uma adversária sair rapidamente e de forma isolada para a sua baliza e fazer o decisivo 3-4. Ainda com alguns minutos para esboçar a reação, a crença do Núcleo de Juventude embateu na trave, já dentro do último minuto, com a equipa forasteira a festejar a passagem à eliminatória seguinte.

No fim-de-semana seguinte foi a equipa masculina a receber o GDAC Bouça, em jogo da Liga Kia Amatoscar, com os visitantes a triunfarem por 4-5. Motivados pela vitória na ronda anterior (7-0 ao Sertanense), os proencenses entraram melhor na partida e abriram o marcador. Reagiu bem a equipa do concelho da Covilhã, operando a reviravolta para 1-2, num equilíbrio de forças que se consumou com o 2-2 ainda antes do intervalo. O início do segundo tempo viu um Bouça mais eficaz, com alguma fortuna, disparando no marcador para 2-5, mas apesar da limitação no número de jogadores de campo disponíveis, o Núcleo não baixou os braços e reduziu para 4-5, dispondo mesmo de uma ocasião de ouro para chegar ao empate, com um livre de 10 metros a 37 segundos do final, defendido com categoria pelo guarda-redes visitante que assim segurou os 3 pontos para a sua equipa.

Jogos repletos de emoção que prometem espetáculo para as próximas jornadas.

*André Cardoso

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter