Macramé em exposição no Auditório de Proença

 Macramé em exposição no Auditório de Proença

A Exposição de Macramé, patente no Auditório Municipal de Proença-a-Nova, foi oficialmente inaugurada a dia 17 de fevereiro, numa sessão onde estiveram presentes os alunos responsáveis pelos trabalhos, que semanalmente se reúnem na atividade “Cantinho das Artes” para criar as obras agora apresentadas.

“Agradecer o facto de estarem todos aqui para verem a exposição e de conviverem um pouco, pois essa é também uma das bandeiras da nossa Biblioteca: proporcionar esta parte da ocupação para as pessoas que estão disponíveis para aprender. Vejo aqui também muitas pessoas da Universidade Sénior de Proença-a-Nova, que recentemente foram assistir ao espetáculo do apresentador António Sala, que foi uma oferta do Paulo Ribeiro, que, sendo de cá, estabeleceu em Proença-a-Nova a sede do grupo de teatro Atrapalharte”.

referiu João Manso, vice-presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova

A exposição, que se pode visitar até ao dia 31 de março, teve a organização da formadora Rosa Fernandes, que agradeceu a presença de todos os visitantes informando da pausa que irá acontecer ao trabalho desta técnica.

“Para já vamos parar de trabalhar o Macramé, porque esta é uma técnica algo cansativa, são muitas horas a preparar estas peças. Uma única flor pode ter entre 600 a 700 nós e 35 metros de fio. São muitas horas, muitos metros de fio, muita disponibilidade e acima de tudo, muita paciência”.

salientou a responsável

Quanto ao que se segue, Rosa Fernandes aponta para os trabalhos com material reciclado como a nova vertente a ser explorada nestas aulas. “Precisamos de fazer algo novo e também de gerir o esforço exigido aos alunos/as”.

Patente no concelho está também a exposição de pintura “Remontados”, da autoria de Manuel Casa Branca, na Galeria Municipal. No início de março será a vez da exposição “Arte e Natureza” visitar a Galeria Municipal, com a apresentação dos trabalhos realizados no âmbito da Residência Artística “Arte e Natureza” dos alunos de Escultura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter