Lagar de Vila de Rei com resultados “muito positivos”

 Lagar de Vila de Rei com resultados “muito positivos”

Na reunião do Executivo Municipal, realizada a 19 de janeiro de 2024, foi apresentado o relatório final da campanha de 2023 do Lagar de Vila de Rei que, naquele que foi o seu nono ano de laboração.

Segundo informa a autarquia, em nota enviada, o lagar voltou a apresentar “números bastante positivos”.

Ao longo de 60 dias de laboração, entre 17 de outubro e 16 de dezembro, o Lagar registou a entrada de 950.379 quilos de azeitona, que deram origem a 105.751 litros de azeite e a uma taxa de fundição média de 10,19%. No ano anterior, em 2022, os números tinham-se ficado pelos 357.520 quilos de azeitona e 40.032 litros de azeite.

informa a Câmara de Vila de Rei

A campanha do Lagar de Vila de Rei registou neste ano uma receita de 92.023,38€ (entre serviço de moagem de azeitona, a venda de garrafões e venda de bagaço) e uma despesa corrente de 43.036,27€ (despesas com pessoal, energia, equipamentos, telecomunicações, alarme e videovigilância, materiais diversos, entre outros), resultando num resultado positivo de 48.987,11€.

“O Lagar de Vila de Rei voltou a apresentar números bastantes positivos e a atrair um grande número de produtores da zona centro do País, graças aos equipamentos modernos e ecológicos, capazes de produzir azeite de elevada qualidade. Numa altura em que o valor do azeite sofreu uma intensa evolução nos últimos meses, é importante termos uma infraestrutura que consiga transformar com elevada competência este produto, servindo igualmente de estímulo para que os nossos produtores possam tirar o máximo partido dos seus terrenos agrícolas. Esperamos assim que, nos próximos ano, possamos continuar a apresentar estes resultados tão positivos e, essencialmente, a auxiliar os produtos Vilarregenses e da região centro.”

destaca Ricardo Aires, Presidente da Autarquia Vilarregense

A grande maioria dos utilizadores do Lagar continua a ser do Concelho de Vila de Rei (55%), mas é de destacar igualmente a assiduidade de produtores de outros concelhos, nomeadamente Proença-a-Nova, Sertã, Sardoal, Mação e Abrantes.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter