Guiné: Valorização do material escolar

 Guiné: Valorização do material escolar

da Dir. para Esq.: Adilson (candidato aos seminário), Padre Lima e Karfa (colaborador) – preparação da venda dos materiais

No Liceu Professor António de Vasconcelos em Safim, Guiné Bissau, está a decorrer a valorização do material escolar.

É frequente fazer-se, em Portugal e Espanha, recolhas de material escolar. Este material, por questões de organização, é distribuído pelos Missionários do Preciosíssimo Sangue, no final do mês de agosto e início de setembro, na Guiné Bissau, quando as famílias guineenses prepararam o regresso às aulas.

Em meados de setembro as escolas católicas e outras particulares reabrem. As escolas públicas, devido às dificuldades económico-financeiras da Guiné-Bissau, nem sempre reabrem com a mesma celeridade.

No dia 27 de agosto, foi “aberto o contentor”, local onde se guardava o material escolar enviado da Europa. As famílias compareceram.

A valorização do material começou. Todo o material tem um valor mínimo. Tudo é vendido.

Ouviram-se alguns protestos.

No passado, as Missões Católicas e as ONG’s entregavam gratuitamente estes materiais. Hoje, os nossos Missionários CPPS guineenses, profundos conhecedores da realidade, sabem que está na hora do seu povo contribuir, na medida das suas possibilidades, com um pouco mais na obra escolar implementada. Isto não quer dizer que não haja situações especiais a ter em conta no sentido da gratuidade dos materiais e apoio no pagamento de propinas.

Os Missionários do Preciosíssimo Sangue apoiaram mais de 30 alunos no ano letivo 2022/23 no valor de 2500€. Este apoio é, muitas vezes, fruto da colaboração de muitos amigos que se identificam com a causa da educação enquanto criadora de um mundo melhor.

A venda do material escolar torna-se assim uma valoração dos donativos chegados da Europa por parte das famílias guineenses e, desta venda, surge a possibilidade de investimento por parte dos gestores do Liceu o que também é uma valoração humana de quem trabalha.

O Jornal de Proença viu esta valoração e apoia, não só os que fazem as suas doações como o que reinvestem o produto das dádivas europeias.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter